RSS
TwitterFacebookGoogle+

Tereshkova, primeira mulher no espaço, completa 75 anos

Valentina Nikolayeva Tereshkova, primeira mulher no espaçoA União Soviética não foi responsável por enviar apenas o primeiro homem ao espaço. Os comunistas superaram o mundo capitalista e enviaram também a primeira mulher, Valentina Tereshkova, que completou 75 anos nesta semana.

Nascida em 6 de março de 1937, Valentina Vladimirovna Tereshkova nasceu no vilarejo de Maslennikovo, Yaroslavl Oblast, na Rússia. Seu pai era motorista de trator e sua mãe trabalhava numa fábrica têxtil. Valentina iniciou seus estudos em 1945, aos 8 anos de idade, mas deixou a escola em 1953 e continuou seus estudos através de ensino a distância. Ainda jovem se interessou por paraquedismo, fazendo seu primeiro pulo com a idade de 22 anos. Na época ela era operária numa fábrica têxtil, a exemplo da mãe. No ano de 1961 se tornou secretária do Komsomol (Juventude Comunista) e mais tarde se tornou membro do Partido Comunista da União Soviética.

Após o vôo de Yuri Gagarin, em 1961, o engenheiro espacial Sergey Korolyov propôs enviar também uma mulher ao espaço. Em 16 de fevereiro de 1962 Tereshkova foi selecionada para compor o grupo de cosmonautas e foi escolhida dentre 400 candidatas, sendo considerada uma candidata especial devido à sua origem proletária e também pelo fato de seu pai, Vladimir Tereshkov, mais tarde sargento e líder de tanque, ser um herói de guerra.

Foram vários meses de preparo, até que na manhã de 16 de junho de 1963, a nave Vostok 6, após contagem regressiva de 2 horas, foi lançada com absoluto sucesso. Tereshkova se tornou, aos 26 anos de idade, a primeira mulher no espaço. Apesar de sentir náuseas e um pouco de desconforto físico, Tereshkova orbitou a terra 48 vezes e passou quase três dias no espaço. Com um único vôo ela bateu o recorde de todos os astronautas americanos juntos que voaram antes dela.

Leia também: 50 anos da primeira viagem do homem ao espaço

Depois de seu histórico vôo Tereshkova foi estudar na Academia de Força Aérea Zhukovsky e se graduou com louvor como engenheira cosmonauta. Em 1977 se doutorou em engenharia, além de ter ocupado depois disso vários cargos políticos devido à sua figura proeminente.

Em 1963 se casou com Andrian Nikolayev (1929-2004), o único cosmonauta bacharelado a ir ao espaço. Em 1968 tiveram uma filha, Elena Andrianovna Nikolaeva-Tereshkova, que agora é médica e a primeira pessoa a ter tanto um pai quanto uma mãe que já viajaram ao espaço. Tereshkova e Nikolayev se divorciaram em 1982. Seu segundo marido, Yuli Shaposhnikov, faleceu em 1999.

Tereshkova recebeu diversos prêmios soviéticos e internacionais, dentre os quais citamos alguns: Herói da União Soviética (1963), Ordem de Lênin (1963 e 1981), Ordem da Revolução de Outubro (1971), Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho (1987), Ordem de Karl Marx (1963, na Alemanha Socialista), Ordem da Baía dos Porcos (1974, Cuba), Medalha de Ouro da Sociedade Britânica de Comunicação Interplanetária e muitos outros.

Glauber Ataide

Print Friendly
dsq_thread_id:
602094133
pvc_views:
860

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações