TwitterFacebookGoogle+

Juventude realiza acampamento em Natal

A capital potiguar sediou, nos dias 18 e 19 de janeiro, o Acampamento da União da Juventude Rebelião (UJR) do Rio Grande do Norte e da Paraíba. Com muita disposição, jovens militantes se reuniram para discutir os problemas da juventude, a necessidade de sua organização revolucionária e as lutas desenvolvidas para superar os ditames do capitalismo.

No primeiro dia de acampamento, os participantes realizaram um importante debate sobre a conjuntura nacional, contando com a contribuição de Alex Feitosa, do Movimento de Luta de Classes (MLC). O tema relativo à estrutura para impulsionar as atividades da juventude também foi abordado, estimulando formas criativas de levantar as condições materiais para a realização completa e efetiva das tarefas. Nos momentos de descontração e integração, os jovens se divertiram com atividades esportivas.

As discussões acerca da organização revolucionária da juventude marcaram o segundo dia de acampamento. Durante a avaliação do trabalho realizado no movimento estudantil, tanto na esfera secundarista quanto universitária, constatou-se que a política e a intervenção combativa da UJR continuam em plena sintonia com as demandas dos estudantes. Ao mesmo tempo, viu-se que é preciso intensificar o trabalho para despertar a consciência de mais jovens e avançar nas lutas.

Como resultado das discussões, o plenário aprovou uma carta de resoluções, que destacou, entre outras questões: a importância de denunciar os problemas do país e do capitalismo, assim como o avanço das lutas da juventude e dos trabalhadores, por meio de atividades de agitação e propaganda de mídias populares, como o jornal A Verdade e o jornal A Luta; a necessidade de realizar reuniões e estudos de forma periódica para desenvolver ideologicamente a juventude com maior solidez; e a construção do 4º Congresso Nacional da UJR, uma maneira de reafirmar que esta é a única juventude organizada capaz de conscientizar os jovens e de canalizar sua indignação e rebeldia para uma transformação radical na sociedade.

Após o encerramento do acampamento, a presidente da União dos Estudantes Secundaristas Potiguares (Uesp), Lúcia Crisante, avaliou que “o momento fortaleceu a ideologia revolucionária que guia a UJR, fundamental para o nosso desenvolvimento político”. Lúcia ressaltou ainda que as discussões realizadas no acampamento permitiram que muitas soluções fossem encontradas para sanar as dificuldades do trabalho cotidiano.

Com seriedade e combatividade, os jovens paraibanos e potiguares farão de 2014 um ano de grandes lutas em seus estados, certos de que esse é o caminho para uma sociedade justa e livre, a sociedade socialista.

Carolina Matos, UJR-RN

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
346
dsq_thread_id:
2632014710

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações