TwitterFacebookGoogle+

MLC participa do Dia Nacional de Paralisação em Recife

dscn2287

Convocado por diversas centrais sindicais e pela Frente Povo sem Medo, o Dia Nacional de Paralisação teve como objetivo denunciar os ataques aos direitos dos trabalhadores que teve início desde o governo Dilma e tem se agravado durante o governo golpista de Michel Temer.

O Movimento Luta de Classes realizou um ato na frente da Contax, maior empresa de telemarketing do Nordeste e centro de exploração dos trabalhadores, junto com o Sintelmarketing-PE, colocando um carro de som e distribuindo o jornal do movimento que denuncia os ataques dos patrões, inclusive o desejo de aumentar a jornada de trabalho para 60 horas semanais. Também foi entregue uma cartilha sobre assédio moral, explicando aos trabalhadores como reconhecer e denunciar o assédio promovido pelos patrões.

Ato na frente da Contax

Ato na frente da Contax

Entrega da cartilha sobre assédio moral

Entrega da cartilha sobre assédio moral

Em seguida, os trabalhadores se concentraram na frente da Fiepe (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco), onde denunciaram o envolvimento das elites com o golpe e as reformas trabalhistas. Também participaram do ato os estudantes organizados pela União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (Uespe), União dos Estudantes de Pernambuco (UEP), além do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), Movimento de Mulheres Olga Benario e a Unidade Popular pelo Socialismo (UP).

Brigada do Jornal A Verdade

Brigada do Jornal A Verdade

Neste link você pode conferir a fala de Thiago Santos, representando a UP.

Redação PE.

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
200

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações