TwitterFacebookGoogle+

Mulheres dizem não ao machismo em bar de Maceió

maceio-contra-o-machismoNos últimos dias do ano de 2016, o Alagoana Bar e Choperia, localizado num dos pontos mais movimentados da cidade de Maceió, resolveu em uma de suas ações de marketing escrever em suas paredes uma “brincadeirinha” trazendo os seguintes dizeres: “Cuidado, em nosso chopp colocamos hormônios femininos, quanto mais você bebe, mais fala besteira”.

A vinculação dessa imagem nas redes sociais logo ganhou repercussão e, para além de discussões de internet, o Movimento de Mulheres Olga Benario resolveu encampar a denúncia contra o bar, lançando nota pública e estimulando a organização das mulheres contra qualquer tipo de propaganda ou suposta brincadeira que fira ou diminua a imagem da mulher.

“Não admitimos que naturalizem questões como essa contra as mulheres. Temos desenvolvido uma luta no combate à violência contra a mulher, por delegacia 24h, igualdade de direitos, e dizeres machistas como esses apenas reforçam os estereótipos e tentam nos diminuir na sociedade”, declarou Vanessa Sátiro, da Coordenação do Movimento em Alagoas.

Assim, mais de 60 pessoas se fizeram presentes a um ato neste dia 05 de janeiro, percorrendo a Av. Amélia Rosa e se dirigindo até a porta do bar, distribuindo panfletos denunciando essa situação e alertando para a reprodução e a naturalização de práticas machistas.

maceioNa porta do Bar, mesmo após a retirada dos dizeres frente à repercussão e à convocação do ato, tentou-se a todo custo impedir o protesto, mas a persistência das manifestantes foi grande e obrigou a gerência a abrir o microfone para que fosse registrada a ação e se desse voz à pauta das mulheres.

Representando o movimento, a companheira Lenilda Luna, da Unidade Popular (UP) falou registrando a indignação das mulheres: “Estamos aqui para denunciar essa situação, porque esse tipo de ‘brincadeira’ reproduzida cotidianamente, alimenta a violência contra as mulheres. Não há nada de errado com os hormônios femininos, em especial das alagoanas. Mulheres como Nise da Silveira e Dandara são exemplos para todas nós e não há nada de besteira em suas vidas e suas histórias”.

Redação Alagoas

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
184

1 comment

  1. Glycia vilela

    Movimento de mulheres têm recepcionado as denúncias feitas pelas mulheres. Você mulher deve denunciar toda forma de agressão seja ela física psicológica. Nunca fique sozinha compartilhe conosco
    Juntos somos mais separadas somos menos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações