TwitterFacebookGoogle+

Estudantes promovem protesto contra estupros na UFRRJ

No último dia 15 de maio, estudantes da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) realizaram um ato denunciando a violência e os inúmeros estupros cometidos esse ano no campus. O ato contou com a presença de dezenas de estudantes, que marcharam desde a Praça da Alegria até o prédio principal da universidade.

No caminho, a guarda foi confrontada e a antiga BR-SP foi fechada pelos alunos, que queimaram pneus. A manifestação seguiu até o P1 (prédio principal da UFRRJ) para uma reunião com o reitor. Nela, ficou combinada a formação de uma comissão com a participação de cinco alunas para discutir as exigências do movimento.

Ao longo do protesto a memória da estudante Isadora foi lembrada, bem como a das outras vítimas que são vistas como “casos isolados” pela Universidade e pela Prefeitura de Seropédica. Cartazes expunham os nomes dos estudantes acusados de estupro e que continuaram e continuam estudando na UFRRJ, e até mesmo morando no alojamento masculino – onde há denúncias de que vários estupros são cometidos.

Eram nítidos no olhar de todas o medo, a tristeza e a resistência, enquanto gritavam, lutando, por justiça. “Se os estupros não pararem vamos queimar a universidade. E se não pararem vamos queimar essa cidade. E se não pararam vamos queimar o país inteiro. Nenhuma a menos! Isadora presente, presente, presente!”, diziam as manifestantes.

Esperamos que o novo reitor cumpra com suas promessas e nossas exigências sejam postas em prática logo! Basta de violência contra as mulheres!

Andrezza Henriques, estudante de Arquitetura da Rural e militante do Movimento Olga Benario

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
45

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações