TwitterFacebookGoogle+

Grêmio do Liceu Paraibano volta para a luta

A reconstrução do Grêmio Estudantil do Liceu Paraibano (principal escola pública de João Pessoa-PB) foi finalizada, neste último dia 30 de maio, com a realização da votação que elegeu a nova diretoria da entidade. A chapa Voz Ativa, que contava com a participação de militantes da UJR, foi eleita com 737 votos (72%), contra 287 votos da chapa Aprender é Transformar (28%), formada por militantes do Levante.

O processo eleitoral foi puxado pela Associação Paraibana dos Estudantes Secundaristas (APES), que, no início de abril, passou em todas as salas de aula para falar da importância de retomar a vida política do Grêmio, que, há vários anos, só servia para a autopromoção pessoal de alguns falsos líderes e que esteve mesmo fechado no último um ano e meio.

Todo o trabalho foi marcado por reuniões, assembleias e debates com grande participação, muito diálogo nas salas de aula e por uma campanha que denunciou a máfia das carteiras estudantis e o descaso dos governos com a educação pública.

Segundo Vitória Ohara, militante da UJR e presidente eleita do Grêmio, “nós movimentamos a escola como há muito tempo não se via, conscientizando verdadeiramente essa juventude de que é preciso se organizar e lutar. Isso fez com que o conjunto dos estudantes tivesse uma grande confiança na chapa Voz Ativa, garantindo esta expressiva votação”.

Redação PB

Print Friendly
pvc_views:
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações