TwitterFacebookGoogle+

Estudantes de Viçosa reorganizam DCE

O movimento estudantil combativo se fortalece em Minas Gerais após a eleição do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de Viçosa (DCE-UFV).

A UFV é uma importante universidade do interior de Minas Gerais que também sofre com o desmonte da Educação pública no país. Precarização da assistência estudantil (restaurante universitário, alojamento), corte de bolsas, atraso nas obras: uma realidade que prejudica a vida dos estudantes da instituição.

Entendendo a necessidade de ter um DCE que consiga mobilizar e para dar sequência à luta dos estudantes é que o Movimento Correnteza e o Movimento de Mulheres Olga Benario, em conjunto com a UJC, articularam uma chapa unitária com o objetivo de avançar as lutas em defesa da universidade pública.

Apesar de ser chapa única, a eleição trazia o desafio de atingir o quórum de 1.200 estudantes votantes em uma campanha de seis dias. Contamos com uma comissão eleitoral desinteressada na divulgação do processo, assim como grupos estudantis que boicotaram a eleição. Mesmo sob essas condições, conseguimos realizar uma ampla campanha, dialogando com Centros Acadêmicos, Atléticas, entre outros grupos de estudantes para entender melhor a complexidade da universidade e, a partir disso, construir um programa que consiga dar respostas às demandas reais dos estudantes.

O sucesso de nossa campanha foi demonstrado nas urnas que, apesar de todo o processo mal conduzido e do boicote organizado, registraram, só para nossa chapa, 1.497 votos, ultrapassando o quórum necessário. Esse resultado demonstra que é possível realizar grandes mobilizações estudantis para colocar nossas entidades no caminho da luta consequente.  As palavras convencem, o exemplo arrasta!

Natan Flauzino, Movimento Correnteza

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
79

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações