TwitterFacebookGoogle+

Evento debate a perspectiva socialista da educação cubana na UFMG

No dia 21 de setembro, aconteceu na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG – Fafich, a Conferência “Perspectiva Socialista da Educação Cubana”. A Conferência foi ministrada pelo professor Dr. Mariano Alberto Ilsa Guerra, da Associação de Pedagogos de Cuba e contou com a participação de aproximadamente 50 pessoas.

O evento foi organizado pela Associação Cultural José Martí, em parceria com o Centro Cultural Manoel Lisboa de Minas Gerais (CCML-MG) e União da Juventude Rebelião. Fez parte da Semana Paulo Freire – Ação para a Liberdade, organizada em função do aniversário (19 de setembro) de 96 anos de Paulo Freire.

A Semana contou com uma vasta programação em vários locais de Belo Horizonte. Christian Coelho representou o CCML-MG e introduziu a fala do Dr. Mariano. Christian ressaltou que aquele era um importante momento para prestar solidariedade ao povo cubano e a seu processo socialista de construção da sociedade. Também reafirmou a importância da organização do povo e da luta social como prática educativa para liberdade. Na história do desenvolvimento de Cuba, a luta social, a organização e a prática educativa foram valores constitutivos da Revolução de 59.

O Dr. Mariano Ilsa, aproveitou a introdução e apresentou sua exposição. Mariano é um importante pedagogo cubano, especialista e defensor das ideias de Paulo Freire. Para ele, utilizar a perspectiva freiriana no Socialismo já de início permitiu ao grupo o movimento de olhar para a história da pedagogia cubana a fim de encontrar nexos e pontos de confluência entre a prática ali existente e a concepção libertadora.

Ao final da exposição foi aberta a fala para o público. Durante as intervenções, foram colocadas algumas dúvidas, questionamentos, tensões e vitórias do processo de desenvolvimento da educação em Cuba. Mas todas e todos presentes saíram convictos de que, para uma educação verdadeiramente emancipadora, a única alternativa é a construção do Socialismo, no qual a educação deixará de ser uma mercadoria e se tornará, de fato, um direito!

Viva a Revolução Cubana!

Viva Paulo Freire, patrono da educação brasileira!

Viva o Socialismo!

Redação, Minas Gerais

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
45

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações