TwitterFacebookGoogle+

Além de racista, William Waack é espião da CIA

Neste último dia 08 de novembro, vazou nas redes sociais um vídeo no qual o âncora da TV Globo William Waack profere comentários racistas momentos antes de entrar ao vivo na cobertura das eleição norte-americanas de 2016. Acreditando não estar sendo gravado, Waack xinga um motorista que buzinava próximo ao local onde se preparavam para gravar.

Na verdade, além de racista, Waack é um conhecido espião da CIA, a agência de inteligência norte-americana!

O blog Brasil citou, há seis anos, documentos trazidos a público pelo site Wikileaks, indicando que William Waack, apresentador do Jornal da Globo, foi indicado por membros do governo dos EUA como alguém próximo capaz de  “sustentar posições na mídia brasileira afinadas com as grandes linhas da política externa americana”. O site também informa que as severas críticas feitas por ele ao governos brasileiro, boliviano e venezuelano indicam que existem razões claras para essa afirmação.

O blog informou também que a política externa brasileira há época (governo do PT) tinha “novas orientações” que “não mais se coadunam nem com os interesses americanos, nem com os do Estado de Israel, influente no establishment norte-americano”. Por isso, o Departamento de Estado dos EUA “buscou fincar estacas nos meios de comunicação especializados em política internacional do Brasil” – no que seria um caso de “infiltração da CIA [a agência norte-americana de inteligência] nas instituições do país”.

Foram citados ainda documentos divulgados pelo Wikileaks de encontros regulares de Waack com o embaixador do EUA no Brasil e com autoridades do Departamento de Estado e da Embaixada de Israel.

Serley Leal e Redação

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
1099

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações