TwitterFacebookGoogle+

Estudantes ocupam as Conferências de Educação e Transporte Público em Pernambuco

No mês de abril, estudantes organizados pela União da Juventude Rebelião (UJR) em diversas cidades de Pernambuco ocuparam as conferências de educação municipais e estaduais. Em Recife, Carpina, Caruaru e Petrolina, o espírito de combatividade e denúncias encheu os plenários.

Junto com a União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (Uespe), União dos Estudantes de Pernambuco Cândido Pinto (UEP) e as entidades municipais, os estudantes puderam tecer propostas para mudança do Plano Nacional de Educação e Sistema Nacional de Educação, eleger delegados para a Conferência Nacional e mostrar que só a luta alinhada a uma profunda transformação social pode mudar os rumos da nossa educação e transformá-la em verdadeiramente emancipadora.

Juventude na luta pelo transporte público

No dia 11 de maio, em Recife e Região Metropolitana, o metrô passou por um aumento de tarifa, passando de R$ 1,60 para R$ 3,00 – um aumento de 89% – aumento este que não corresponde à qualidade oferecida e nem ao que a população pode pagar.

Diante disso, nós da UJR, além de manter a tradição histórica de compor os atos contra os aumentos das passagens e pela abertura da CPI do transporte, decidimos também disputar um outro importante espaço: a Conferência Metropolitana de Transporte (que elege o Conselho Metropolitano de Transporte) enquanto delegados.

Além desse abusivo aumento, as tarifas nos ônibus também beiram o absurdo (R$3,20 e R$ 4,40) e a precarização do transporte já chegou a culminar num fato trágico: a morte dois estudantes (Harlynton Lima dos Santos, 20, e Camila Mirele Pires da Silva, 18).

A importância de ocupar os espaços de poder

Assim como o parlamento deve ser ocupado pela Unidade Popular pelo Socialismo (UP), os Conselhos e Conferências devem ser ocupados pelas entidades estudantis, sindicatos e demais associações. Deixar de ocupar estes espaços é entregá-los para os capachos do governo e da burguesia.

Por isso convocamos todas as companheiras e companheiros da UJR para não só disputar as entidades nacionais estudantis, mas também para ocupar todos os espaços políticos que existem em suas cidades e estados e usá-los para aprofundar a politização dos estudantes e jovens que estão lado a lado com a nossa luta. Não deixar vacância para oportunistas de direita e de esquerda é uma obrigação de todos os jovens rebeldes e conscientes.

Também é nossa obrigação mostrar para a juventude que nossa luta não deve se limitar por ai, que estes espaços burocráticos não serão a solução para as mazelas que vivemos e usar disso para reavivar a chama da revolução nos corações de nossos camaradas.

Por uma educação transformadora!

Pelo transporte público nas mãos do povo!

Luiza Rodrigues, UJR PE

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações