TwitterFacebookGoogle+

UESC realiza vitorioso Congresso

Cerca de 450 estudantes de varias escolas de Caruaru, como Elisete Lopes, Professor Mário sete, Antônia Cavalcante de Albuquerque, EREM Nelson Barbalho, entre outras estiveram presentes no XVI congresso da UESC( União dos Estudantes Secundaristas de Caruaru), reafirmando a importância das entidades terem a construção do trabalho pela base, pois só através desse trabalho é possível dialogar e construir pauta unificada da categoria na luta pelos nossos direitos.

A realidade educacional de Caruaru nos traz vários desafios a serem construídos e conquistados, pois a realidade enfrentada diariamente pelos estudantes no município nada se parece com a mostrada na televisão da “melhor educação do país” na pratica do dia a dia, o que vemos são quadras sem cobertura, quando temos quadras , escolas sem laboratórios, muitas escolas nem sequer tem agua para beber, ou papel higiênico, e ainda há escassez de professores.

O congresso foi realizado no dia 15 de agosto, na faculdade de ciências, filosofia e letras de Caruaru – FAFICA, tendo como tema a palavra de ordem “Educar para transformar, sonhar para realizar”.Com muitas palavras de ordem e animação os estudantes cantavam e levantavam cartazes com reivindicações sobre a situação da juventude e a realidade das suas escolas no município.

A mesa de  abertura contou com a presença de Samuel Timóteo, representando a Unidade Popular- UP, onde convocou a juventude a se organizar e construir o seu próprio partido, a sua unidade popular. Valeria Pires representando a coordenação do movimento de mulheres Olga Benário, Luciara Siqueira Queiróz representante da Gerencia regional de educação, Jessica Natalia pela UJR, Ednaldo Lima pelo MLB( Movimento de luta nos bairros vila e favelas) e a UESPE foi representada pelo seu presidente Evandro José que saldou a todas e todos presentes no congresso.

 Foram realizados diversos grupos de debates, com os temas: Juventude e o mercado de trabalho; A luta contra o machismo, racismo e LGBTfobia; Passe-Livre Já!; Reforma do ensino médio; BNCC( Base Nacional Comum Curricular) ; Os jovens em época de crise; Cultura e Esportes e ao final dos grupos foi feita exposições e relatorias dos grupos no plenário.

Logo após o almoço,  tivemos um momento cultural, com estudantes do IFPE – campus Caruaru, após a apresentação, iniciou-se o processo de inscrição de chapa para que os presentes pudessem se inscreverem , tendo a chapa rebele-se a única sendo inscrita, entre as propostas da chapa estavam : A defesa de uma educação pública, democrática  e de qualidade ; Lutar pela conquista do Passe-Livre, realizar o festival de Cultura, promover debates, palestras sobre o combate as opressões ,semana da anistia,  a luta por uma gestão democrática nas escolas, onde cada estudante possa escolhe seu gestor  não por indicação como tem sido a política aplicada nos últimos anos pelo governo do estado .

A chapa Rebele-se foi eleita por unanimidade dos estudantes presentes, tendo a estudante Lene Correia, do IFPE-Campus Caruaru, eleita presidente da entidade, segundo Lene Correia “ A UESC é uma entidade herdeira das lutas da classe trabalhadora do nosso pais , e a juventude nunca deixou de cumprir seu papel de questionamento e  rebeldia para transforma o modelo educacional  e  o sistema capitalista, que Jonas José de Albuquerque , Ivan Aguiar, Edson Luís, Manoel Lisboa e Nilda de carvalho , estudantes assassinados durante a ditadura militar , deram suas vidas para que nos dias atuais, pudéssemos ter o direito a realizar congressos como o que estávamos vivenciando ,um espaço de democracia ,de construção coletiva”

Redação Caruaru

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações