TwitterFacebookGoogle+

No ABC Paulista, crescem ações populares contra o retrocesso e o fascismo

Na última terça-feira, dia 16, militantes de diversos partidos, coletivos e entidades da Região do ABC Paulista, convocados pela UP, decidiram pela criação do ​Comitê Popular Contra os Retrocessos​​. Rapidamente os estudantes da Universidade Federal do ABC (UFABC) seguiram o exemplo, se reuniram em assembleia convocada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE-UFABC) e criaram seu próprio comitê de mobilização.

Somando forças no combate contra o fascismo, representado nas eleições pela candidatura de Jair Bolsonaro, os comitês unificaram suas agendas durante o fim de semana e partiram para os bairros populares, terminais de ônibus e trens da região para panfletar e denunciar para o povo as propostas de retirada de direitos do candidato dos banqueiros.

As denúncias sobre as reformas da Previdência e trabalhista, a PEC do fim do mundo e os casos de corrupção e violência que envolvem Bolsonaro e a ditadura militar, defendida por ele, foram muito bem aceitas pela população, que apresentou grande rejeição ao fascista quando seu programa foi desmascarado.

Ao discutirmos o programa do candidato da extrema direita nas ruas, fica muito claro que nosso povo é CONTRA O FASCISMO. Os estudantes da UFABC e o Comitê Popular Contra os Retrocessos estão cumprindo seu papel diante da situação política do país e sua iniciativa deve servir de semente para que comitês e mobilizações populares sejam intensificadas por todo país.

Está na hora de virar o jogo. A mobilização popular pode mudar o curso das urnas e das ruas, derrotar o fascismo e construir condições para o Poder Popular e o Socialismo!

Redação SP

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações