TwitterFacebookGoogle+

NOTA DE AGRADECIMENTO

Querida Dra. Teresa, responsável pelo Mais Médicos em Pernambuco, querida Laura Pujol, Cônsul Geral de Cuba na nossa região Nordeste, saibam que todos nós,  do Centro Cultural Manoel Lisboa de Pernambuco, instituição com 28 anos de relevantes serviços prestados à causa da democracia popular no Brasil, e os homens e mulheres mais conscientes do nosso país, somos profundamente gratos  a vocês, ao governo e aos médicos de Cuba, pelo seu edificante trabalho profissional junto ao nosso povo trabalhador, desumanamente explorado e desassistido pelo governo do sistema capitalista imperialista, instalado em nosso país há mais de 500 anos.

O Programa Mais Médicos, construído pelo  governo cubano e o governo brasileiro, no período Lula e Dilma, é um feliz exemplo de relações internacionais de colaboração entre dois países, resguardando o sagrado direito de autodeterminação dos povos.

Queremos lhes agradecer pelo elevado nível de capacidade técnica e humanista dos médicos cubanos e manifestar o nosso reconhecimento da retidão de conduta do governo de Cuba, mesmo diante das constantes hostilidades do governo eleito do Brasil, sob o comando da fraudulenta influência e ingerência do governo dos EUA, fato que a história haverá de revelar no futuro próximo ao nosso povo. Enquanto este novo presidente de caráter fascista, Jair Bolsonaro, anunciava que suas relações internacionais seriam pautada pelos interesses realmente bilaterais, sem qualquer conotação  ideológica, hipocritamente, disparava um monte de calúnia ao Programa Mais Médicos, aos médicos cubanos e ao governo democrata de Cuba, de modo a não deixar outra alternativa digna ao governo de Cuba que não fosse a retirada dos seus inatacáveis profissionais da saúde pública dos mais distantes municípios e povoados da nossa pátria.

E, finalmente, lhes pedimos a gentileza de transmitir a nossa ilimitada gratidão aos médicos cubanos, ao Ministério da Saúde de Cuba, ao governo revolucionário de Cuba e sua Embaixada em Brasília.

Edival Nunes Cajá, presidente do Centro Cultural Manoel Lisboa
Recife, Brasil.

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações