TwitterFacebookGoogle+

UP realiza I congresso estadual de Pernambuco

Fortalecendo a proposta de saída da crise do capitalismo no Brasil e preparando a militância para os desafios futuros, a Unidade Popular(UP), realizou seu I congresso estadual de Pernambuco nos dias 22 e 23 de fevereiro, na Associação dos Servidores do Instituto Federal de Pernambuco (ASSIF-PE). A abertura contou com a presença de diversas lideranças e representantes dos movimentos sociais, além de ser um momento de grande emoção, quando foi resgatado o histórico da criação da UP no estado.

Tiago Santos, Advogado popular e presidente da UP em Pernambuco, lembrando sobre esses fatos afirmou que “ainda em agosto de 2014 realizamos nossa primeira plenária em Pernambuco, junto aos movimentos sociais, para discutir a necessidade de se criar uma alternativa de esquerda para somar a luta dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiras. Em agosto de 2017, depois de termos que iniciar do zero, com o golpe de Gilmar Mendes, que aprovou a cláusula de barreira, dificultando ainda mais nossa tarefa de legalizar a UP”. A resposta para o atropelo de Gilmar Mendes em Pernambuco foram duzentas mil fichas coletadas. Pernambuco foi o primeiro estado a conseguir eleger seu diretório estadual provisório, justamente por ter atingido o número mínimo de assinaturas exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O primeiro congresso estadual da UP, além de eleger o novo diretório estadual, debater as teses e o programa da Unidade Popular, levantar as propostas a serem levadas para o congresso nacional, elegeu os delegados para o congresso nacional, que ocorrerá em Minas Gerais no mês de março de 2019.

“Foram dois dias de um intenso debate e aprofundamento da política e organização da UP para os próximos momentos que o país irá enfrentar. A UP já surge com esse diferencial: um partido pela base, construindo junto com a militância e ouvindo as demandas das ruas” reforçou Lene Correia, que foi a pessoa que mais coletou fichas de apoiamentos na juventude para a legalização da UP, no estado. Um pouco mais de 15 mil apoiamentos. Ao final do congresso o sentimento de aumentar ainda mais o numero de filiados, além de apoiar, participar e estar nas muitas lutas da classe trabalhadora daqui pra frente. Como costumam dizer os nossos militantes, “a unidade Popular vai avançar!”.

 Clóvis Maia- Pernambuco

 

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações