TwitterFacebookGoogle+

Resposta à tentativa de golpe na Venezuela

O Presidente Nicolás Maduro está convocando em todo o país uma série de manifestações em defesa da república venezuelana. Ao mesmo tempo em que acontecem conflitos armados violentos entre as forças golpistas e do governo próximos ao quartel de La Cartolla.
Gigante manifestação do povo a favor de Maduro e contra os golpistas.

CARACAS – Enquanto se desenvolve um combate violento nas proximidades do quartel de La Cartolla, o presidente Nicolás Maduro continua convocando todos para se manifestar em todo país, em particular na frente do Palácio de Miraflores, para defender a república venezuelana e a democracia. Em outras palavras, Maduro lança um poderoso contra-ataque de massas contra as forças de Juan Guaidó e Leopoldo Lopez. Torna-se hoje um dia decisivo para o futuro da Venezuela.

No momento, Cuba e Bolívia condenaram a ação golpista da direita e manifestaram o apoio à Maduro e seu governo. Putin convocou uma reunião com o conselho de segurança. Maduro disse em seu Twitter que que conversou com comandantes de diversas unidades militares e que expressam sua “total lealdade com o povo em com a pátria”.

“Nervos de aço! Conversei com os comandantes de todas as Regiões Estratégicas de Defesa Integral (REDI) e da Zona Operacional da Defesa Integral (ZODI) do país, que expressaram total lealdade ao povo, à Constituição e à Pátria. Peço a máxima mobilização popular para garantir a vitória da paz. Venceremos!”

Para além das convocatórias, milhares de trabalhadores, operários, jovens e demais lutadores(as) estão na frente do Palácio Miraflores defendendo seus direitos e seu estado democrático enquanto que, em outro polo, as forças de defesa do governo estão liquidando os focos golpistas próximos ao quartel La Cartolla.

Mais: militares venezuelanos que “pertenciam” à oposição no início desta manhã declararam ao jornal TeleSur que foram enganados. Que os comandantes eram os verdadeiros golpistas e que a base do exército não tinha conhecimento do que se estava tramando até que começaram os conflitos. Declararam que não passou de “outra sabotagem da direita golpista que quer que nós mesmos nos enfrentemos”.

PARTICIPAÇÃO DO BRASIL E DOS EUA NA TENTATIVA DE GOLPE

Enquanto se desenrola a articulação do contra-ataque de Maduro pelo movimento de massas, Bolsonaro convocou uma reunião de emergência em Brasília que vai acontecer hoje mesmo às 12h30.

O objetivo dessa reunião é posicionar o governo brasileiro em relação à desenvoltura do golpe de estado em curso no país e iniciar uma operação e defesa dos interesses imperialistas no país. Isso se torna evidente tanto porque ele declarou em seu Twitter a sua “solidariedade ao povo venezuelano que vive escravizado por um ditador” e, também, porque o Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, junto com o Vice-presidente Mike Pence, já declaram no Twitter seu apoio aos golpistas. Isso evidencia a participação norte americana na preparação nessa ultima intentona da direita venezuelana.

O vice fascista, Hamilton Mourão, já declarou à imprensa que “Não tem mais volta, as pontes foram queimadas”. Mourão aposta que será hoje a queda de Maduro, pois Guaidó não faria tal movimentação ousada caso não tivesse uma carta na manga, ou seja, que os fascistas venezuelanos partiram para o tudo ou nada.

ABAIXO OS IMPERIALISTAS! VIVA O SOCIALISMO!

O governo foi democraticamente eleito, e o golpe que se instala na Venezuela hoje não é uma iniciativa da classe operária para construir o socialismo, o golpe que se instala é uma medida da direita imperialista para difundir ainda mais suas garras nos lucrativos mercados petrolíferos venezuelanos.

No limiar de uma guerra civil, a classe operária da Venezuela precisa urgentemente construir o socialismo, para que suas necessidades básicas, econômicas e políticas, sejam controladas por eles mesmos e que não sejam massacrados pela fome e miséria como querem os imperialistas ianques, instrumentalizados por homens como Guaidó e Leopoldo Lopez.

LEIA A POSIÇÃO DA CIPOML SOBRE A SITUAÇÃO DA VENEZUELA.

Thales Caramante – Jornal A Verdade

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
58

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações