TwitterFacebook

Tag Archives: Movimento Correnteza

Enem: governo põe vida de milhões de estudantes em risco

“A Justiça Federal suspendeu a realização das provas no Amazonas, dada a situação crítica da pandemia nos municípios do estado, onde a população sofre com hospitais lotados, falta de cilindros de oxigênio, e equipamentos de proteção individual para os profissionais da saúde.”…

Leia mais

Carta | “ETEC Jaraguá: a história de uma ocupação”

O ano de 2016 foi um marco da história do movimento estudantil brasileiro, sobretudo o secundarista: o governo Alckmin em São Paulo e sua política nefasta para a educação pública foram alvos de uma série de levantes nas escolas básicas e técnicas que, tanto nas salas de aula como nas ruas, ergueram a voz para dar um basta em tamanha precarização. A Ocupação das ETECs foi um dos principais movimentos daquele período e ajudou a formar centenas de militantes do movimento estudantil, como este que vos escreve. Ocultado e distorcido pela grande mídia, apagado da memória oficial das próprias escolas, muito da história sobre esses levantes acabou ficando só nos registros dos próprios estudantes que tiveram suas vidas marcadas por tais lutas.…

Leia mais

Ameaça de demissão em massa dos trabalhadores terceirizados da UnB

Por cerca de quase 10 anos a empresa Servite prestou serviços terceirizados pra Universidade de Brasília (UnB), e essa empresa tinha uma prática política de perseguição aos trabalhadores, cortavam direitos como vale transporte e alimentação caso os trabalhadores se sindicalizassem, e assediava moralmente os trabalhadores e trabalhadoras terceirizadas, e a Administração Superior da UnB, tratava com desdenho quando os trabalhadores lhe procuravam. Nesse sentido, os trabalhadores terceirizados juntamente com o Movimento Estudantil se organizaram para pressionar a Universidade para não renovar o contrato com essa empresa, e depois de muita mobilização conseguimos fazer com que, de fato, fosse aberto novo edital para novas empresas poderem prestar o serviço terceirizado da Universidade.…

Leia mais

Entidades estudantis da UFABC realizam campanha contra a pornografia

No final de julho deste ano, chegou ao conhecimento da comunidade acadêmica vídeos de conteúdo pornográfico protagonizados por Flamarion Ramos, professor de ética e filosofia política da Universidade Federal do ABC, com a temática aluna-professor encenado em uma sala de aula. Para as estudantes, ao participar da produção desses vídeos, o professor demonstra como enxerga a sua relação com as discentes causando constrangimento e insegurança às mulheres da instituição.…

Leia mais

União da Juventude Rebelião realiza ações no dia do estudante

No dia 11 de agosto, Dia do Estudante, sempre acontecem passeatas e manifestações denunciando as medidas e os ataques dos governos e defendendo os direitos estudantis. Com a pandemia e as dificuldades para a realização de atos de rua, a União da Juventude Rebelião (UJR) realizou outras formas de ação, juntamente com grêmios, CAs e DCEs, Fenet e os movimentos Rebele-se e Correnteza.…

Leia mais

Agora é “nós por nós”

Hector Belém, Vitória Oliveira e Thays Dias, trazem na sua trajetória de vida as histórias da maior parcela de jovens da sociedade. Com todos os desafios enfrentados no cotidiano complexo e frenético das jovens mulheres, da juventude negra, da população LGBT+, juventude que precisa trabalhar, estudar e ter acesso à cidade. Demandas essas que são invisibilizadas por não terem representação nas esferas de decisão da cidade.…

Leia mais

Cortar da educação é cortar pela raiz o futuro do país

No último período a mobilização popular dos setores da educação conquistou a histórica aprovação do FUNDEB, o adiamento do ENEM e a derrubada das MP’s 914 e 979 (que tratavam do processo de escolha dos dirigentes das Instituições Federais de Ensino). É com essa perspectiva que, entidades da sociedade civil organizada ligadas à educação, parlamentares e movimentos sociais vêm construindo um amplo debate e mobilizações em defesa de um orçamento justo para a educação e contra o corte de verbas proposto pelo governo Bolsonaro.…

Leia mais

Movimento Correnteza constrói ato contra cortes na educação

Desde o início do seu governo, Bolsonaro vem se colocando como inimigo da educação. O ano de 2019 foi marcado pelo enfrentamento aos cortes de 30% nos orçamentos e para 2021 a projeção é de uma redução de 17,5% no orçamento das universidades, o que significa 18% a menos em assistência estudantil.…

Leia mais

Universidades privadas discriminam estudantes pobres e lucram durante pandemia

Para militantes da União da Juventude Rebelião (UJR), contudo, “a mercantilização da educação e a precarização do ensino não surgiram com a Covid-19. As políticas neoliberais e de austeridade implantadas nos últimos governos e aprofundadas por Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (sem partido) obedecem aos interesses dos grandes empresários, que lucram bilhões com a privatização do ensino, e consolidam um oligopólio no Brasil através da transformação de um direito em mercadoria.”…

Leia mais

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações