UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 25 de maio de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Preço do aluguel dispara no Rio e população sofre com despejos

Segundo o Índice QuintoAndar, o aumento foi de 2,16% em abril, comparado com março. Sem emprego e renda, a maioria da população vive...

Morador do Jacarezinho é morto pela PM, no Rio

Ontem (25), Jonatan Ribeiro da Silva, 18 anos, foi assassinado a tiros enquanto descansava sentado na calçada de uma das ruas do Jacarezinho, na...

Chacina da Baixada Fluminense completa 17 anos

A Chacina da Baixada, como ficou conhecida mundialmente, completa 17 anos de impunidade nesta quinta-feira (31). Sua história marca mais um episódio de violência do Estado contra a população pobre da periferia do Rio de Janeiro.

Governo do RJ quer transformar novas unidades da Faetec em escolas militares

A proposta do governo Cláudio Castro (PL) é militarizar a educação pública e se alinhar ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares de Bolsonaro, que transforma as escolas em pequenos quartéis sem pensamento crítico.

Mulheres protestam contra o feminicídio em Búzios (RJ)

Os recorrentes casos de violência contra as mulheres em Búzios estão deixando a população feminina preocupada. Esse foi o segundo ato realizado na cidade para denunciar a violência contra as mulheres somente no mês de março.

Passageiros fazem protesto contra atrasos nos trens da SuperVia

Após receberem a notícia da suspensão dos dois maiores ramais da Zona Oeste do Rio, centenas de passageiros promoveram protesto na estação de Deodoro, na manhã desta segunda-feira (28). População denuncia os péssimos serviços prestados pela SuperVia e o valor abusivo da passagem

Negros são a maioria dos abordados pela polícia no Rio

Levantamento aponta que 63% das abordagens policiais na cidade ocorrem com pessoas negras.

Atos repudiam assassinato do imigrante Moïse Kabagambe

Atos contra o racismo e a xenofobia mobilizaram milhares de pessoas hoje no país. Manifestações ocorrem como reação ao assassinato brutal do imigrante congolês...

Estudantes ocupam Secretaria de Educação no Rio

Reivindicando merenda para os estudantes e retorno seguro às aulas presenciais,  estudantes ocuparam a SEEDUC-RJ.

Morte de Moïse Kabamgabe escancara a barbárie que é viver no capitalismo

Enquanto houver capitalismo e onde esse sistema fincar suas patas, nunca haverá pátria, pertencimento, dignidade, nem paz para o povo negro. Somos os condenados da terra, vivendo a eterna diáspora.

Jovem imigrante é espancado até a morte por cobrar salário atrasado

O congolês Moïse Kabagambe veio para o Brasil como refugiado político em 2014, fugindo da guerra e da fome com a família. Ao cobrar pagamento de dois dias de serviço no quiosque Tropicália, na Barra da Tijuca, o imigrante foi amarrado e morto a mando do gerente Luciano Martins de Souza.

Novidades