TwitterFacebookGoogle+

50 anos da primeira viagem do homem ao espaço

Quando se comemoram 50 anos da primeira viagem do homem ao espaço, realizada pelo soviético Yuri Gagarin, não podemos deixar de lembrar que este grande passo da humanidade foi dado pela pátria socialista.

Este fato, por si só, é uma das mais contundentes refutações do sofisma capitalista de que o socialismo não desenvolve a tecnologia.

É realmente notável a rapidez do desenvolvimento industrial, tecnológico e cultural que teve a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) num período tão curto de existência, comparado com os países capitalistas.

Em 1917, quando a Rússia fez a revolução socialista liderada pelos bolcheviques, o país era semi-feudal, extremamente atrasado e estava arrasado pela 1ª Guerra Mundial. Passada a guerra entre as nações, veio uma sangrenta guerra civil, que durou até 1923, na qual exércitos de 17 países capitalistas enviaram tropas para tentar derrubar o governo comunista.

Em 1941, a URSS foi invadida pela Alemanha nazista, entrando assim na 2ª Guerra Mundial. Sob o comando de Stálin, a URSS derrotou Hitler e salvou a humanidade do nazismo. Perdeu mais de 20 milhões de pessoas e teve milhares de fábricas e centenas de cidades completamente destruídas.

Não obstante, mesmo passando por todos esses problemas, em 1961, a União Soviética foi o primeiro país a enviar o homem ao espaço. Isso é notável: tudo isso no curto período de 1917 a 1961, e passando por todos esses problemas que passou.

Leia também: Tereshkova, primeira mulher no espaço, completa 75 anos

Os EUA, por sua vez, nem de longe foram tão afetados pela 2º Guerra Mundial quanto a URSS o foi. Pelo contrário, enriqueceram muito com ela. Enquanto a URSS tinha a preocupação de se reconstruir apenas com suas próprias forças, os EUA se desenvolviam à custa da destruição e da carnificina burguesas, e ainda oferecendo generosas ofertas aos países capitalistas europeus para que fizessem o mesmo (o famoso Plano Marshall).

Mesmo assim, os soviéticos chegaram ao espaço oito anos antes dos capitalistas, mostrando a superioridade da sociedade socialista. No dia 04 de outubro de 1957, o primeiro satélite artificial da Terra foi colocado em órbita pela União Soviética, o Sputnik I. Dois anos mais tarde, foi a vez do satélite Lunik 3E.

No dia 12 de abril de 1961, num voo que durou 108 minutos, foi a vez de o primeiro ser humano ser enviado ao espaço, marcando um novo horizonte para a humanidade. “Poyéjali!” (“Vamos lá!”), gritou Yuri Gagarin da cápsula momentos depois de decolar.

Somente numa sociedade socialista um filho de trabalhadores de uma fazenda coletiva, cujo pai era carpinteiro, pode entrar na história como o primeiro ser humano a viajar pelo espaço. O futuro da humanidade está no socialismo.

Glauber Athaíde e Redação

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
1346
dsq_thread_id:
597611421

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações