TwitterFacebookGoogle+

Congressos Estaduais do MLB são ferramenta de organização popular

Em todo o país, o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) tem organizado seus Congressos Estaduais, fase de preparação que representa a organização das trabalhadoras e trabalhadores pobres na luta pela reforma urbana e pelo socialismo.

Isabella Alho


Foto: Jornal A Verdade

BRASIL – Diante do agravamento do déficit habitacional no Brasil, como divulgado no Editorial do Jornal A Verdade de julho, o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) tem realizado seus Congressos Estaduais por todo o país. Até agora, aconteceram em Pernambuco, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Norte e São Paulo. Os Congressos têm a função de avaliar como o movimento tem atuado no âmbito estadual, de elaborar propostas de atividades e calendários de luta para o próximo período, eleger os membros da Coordenação Estadual, convocar os militantes do movimento a participarem do Congresso Nacional do MLB e discutir sobre o Caderno de Teses ao 5º Congresso Nacional do MLB.

Foto: Jornal A VerdadePERNAMBUCO – O 6º Congresso Estadual contou com auditório repleto para discussão do direito à moradia, trabalho e aposentadoria.


O 5º Congresso Nacional acontecerá em Recife (PE) nos dias 13, 14 e 15 de setembro e o Caderno de Teses é uma reunião das discussões realizadas em todos os Estados a respeito da reforma urbana, da aposentadoria e as condições de trabalho da população brasileira. Os Congressos Estaduais e o Nacional são de extrema importância por serem o local de debate e de construção de qual e como será a narrativa da classe trabalhadora frente aos ataques do fascismo.

Foto: Jornal A VerdadeRIO GRANDE DO NORTE – Samara Martins, vice-presidenta da Unidade Popular compõe a mesa do Congresso Estadual.


A burguesia constantemente se organiza através dos bancos, do Exército, do Estado e da mídia, em contrapartida, o Congresso Nacional do MLB representa a organização das trabalhadoras e trabalhadores pobres na luta pela reforma urbana e pelo socialismo. Como pontua Victória Magalhães, eleita coordenadora do MLB – São Paulo:

“Quando o povo pressiona tanto o vice-prefeito que ele fala que não vai mais responder porque ele não trabalha sob pressão, isso mostra nossa força, porque a gente trabalha sob pressão. A gente acorda e dorme todo o dia sob pressão. Sob pressão da nossa casa cair, sob pressão de não ter onde morar amanhã, sob pressão de não ter comida para colocar na mesa dos nossos filhos.”

A realidade tem sido cada vez mais cruel, está cada vez mais difícil viver sob o sistema capitalista. O desemprego aumentou, o déficit habitacional aumentou, o número de pessoas em situação de rua aumentou, o aluguel aumentou. Mas não só, aumentou também o patrimônio da Família Bolsonaro, o lucro dos bancos e o número de imóveis vazios. Sendo assim, o Congresso Nacional do MLB torna-se urgente porque organizar a classe trabalhadora é urgente.

Foto: Lucas Barbosa/Jornal A VerdadeSÃO PAULO – O Congresso Estadual reuniu militantes e apoiadores na Casa de Referência da Mulher Helenira Preta – Mauá.


Contudo, a práticas e as discussões teóricas não bastam se não divulgarmos e popularizarmos todo o acúmulo dos Congressos. As atividades de agitação e propaganda são cruciais para envolvermos cada vez mais gente nas lutas do MLB e construirmos uma oposição mais forte. Escrever matérias, enviar fotos, vídeos e relatos denunciando as questões da vida urbana, o desemprego e a situação das mulheres é parte da construção dos Congressos e da organização das defesas da nossa classe.


Se você participou ou irá participar de algum congresso em seu Estado, escreva sua experiência para o Jornal A Verdade, envie seus registros e contribua com a mídia popular e revolucionária.


Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
29

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações