TwitterFacebookGoogle+

Nova Agressão racista da PM em Petrolina-PE

Há dez dias da agressão da Polícia Militar de Pernambuco( PM-PE) à Camila Roque, militante da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco e da Rede de Mulheres Negras, mais um caso de agressão acontece na cidade de Petrolina, sertão pernambucano.

Neste domingo, dia 24 de novembro, enquanto acontecia o encerramento da Mostra de Artes Novembro Negro, na periferia de Petrolina, a Polícia Militar apareceu e realizou uma abordagem truculenta, agredindo e detendo várias pessoas. Foram levados para a delegacia a jovem Karol Souza, integrante da Associação das Mulheres Rendeiras, o músico Maércio José, da banda Tio Zé ba, o poeta Nascimento e o vereador Gilmar Santos (PT). Todos foram agredidos e ameaçados. O motivo alegado pelos policiais para a detenção foi de que estava filmando a abordagem policial, “atrapalhando” o seu trabalho.

Não podemos continuar aceitando esses abusos racistas dessa Polícia. O maior responsável disso é o governador Paulo Câmara (PSB), que é quem comanda a Polícia. Ou se não é ele, o responsável, significa que a Polícia está sem comando? Agindo a mando de quem?

Basta de abuso de autoridade, agressões e racismo da Polícia Militar de Pernambuco!

Redação de Petrolina-PE

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações