TwitterFacebookGoogle+

Estudantes elegem oposição de esquerda para o DCE-UFAL

A chapa “A gente que lute” venceu a eleição do DCE-UFAL Quilombo dos Palmares com ampla margem de votos. A votação ocorreu nos dias 27 e 28 de novembro e contou com a participação de mais de 3.500 estudantes da Universidade Federal de Alagoas.

A chapa vencedora é formada pelos coletivos Correnteza, Movimento por uma Universidade Popular e Afronte, grupos que compõem o campo de oposição de esquerda na União Nacional dos Estudantes.

Com 1.466 votos, a Chapa 3 – “A gente que lute” derrotou a atual gestão do DCE (Levante/JPT), neste pleito representada pela Chapa 1 – “Eu defendo a Ufal”, com 933 votos, e também a Chapa 2 – “Uma onda diferente” (UJS/JPDT), que obteve 845 votos.

Para Quezia Noemi, do Movimento Correnteza e da União da Juventude Rebelião, a eleição demonstrou a disposição dos estudantes em construir um DCE combativo, que se mobilize para derrotar o Governo Bolsonaro e seu projeto de destruição da educação pública.

“O movimento estudantil de Alagoas sai extremamente vitorioso desse processo, pela primeira vez nos últimos anos, alcançamos o quórum da eleição. Isso reflete a vontade de cada estudante em construir uma entidade combativa, que organize o corpo da universidade em defesa da inserção e permanência da classe trabalhadora e em defesa do carácter público e gratuito de nossa UFAL”, afirmou a estudante de história.

A militante do Movimento Correnteza também demonstrou disposição de luta da chapa vitoriosa. “A nova gestão surge com muita vontade e disposição de transformar o DCE em um ponto de referência da resistência alagoana, para que cada estudante tenha condições não só de se defender frente aos ataques do Governo Bolsonaro, mas também de  organizar politicamente o revide a tudo que ponha em xeque o futuro da juventude e os direitos dos estudantes e da classe trabalhadora”, concluiu.

Redação Alagoas

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações