UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 3 de dezembro de 2022

Integração ameaçada em Diadema

Há 20 anos a população de Diadema, em São Paulo, conquistou o direito à integração nos transportes coletivos municipais e intermunicipais através dos terminais do Centro e do bairro de Piraporinha. A integração era uma medida que amenizava o absurdo preço da tarifa de ônibus, que hoje está em R$ 2,80.

Após a privatização da ETCD, empresa pública municipal de transportes, medida antipopular tomada pela Prefeitura Municipal de Diadema, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em acordo com a EMTU e empresários, resolveu pôr fim à integração, afetando a vida de milhares de trabalhadores.

Se aprovado, o fim da integração causará desemprego, pois os custos da passagem serão repassados aos trabalhadores, dificultando a vida de quem mora em Diadema.

Para lutar contra esse assalto aos nossos bolsos, o MLB e o MLC, em conjunto com outras forças políticas, organizaram um movimento contra o fim da integração e contra a privatização dos serviços públicos. Uma passeata já foi realizada e várias reuniões estão sendo marcadas nos bairros.

Maria Cristina, Diadema

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes