UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 25 de setembro de 2022

Mumia Abu-Jamal não será mais executado

Dia de comemoração popular nos EUA. Judith Ritter, advogada de Mumia Abu-Jamal, comunicou hoje que ele não será mais executado, como dizia sua condenação, 30 anos atrás.

A advogada do jornalista norte-americano preso nos EUA, disse em comunicado hoje que Mumia não será mais executado, apesar da sua condenação não ter sido revogada. Pelas leis da Pensilvânia, sua condenação será revertida a prisão perpétua.

O Supremo Tribunal dos EUA recusou, em outubro, o pedido dos procuradores da Filadélfia que pretendiam continuar com o processo de execução. Estes acabaram por anunciar que não vão mais recorrer.

Mumia está preso a 30 anos pela acusação de ter assassinato de um policial branco. Num processo cheio de falhas e num julgamento parcial e controlado pelas elites dos EUA, foi condenado pelo júri. Contudo, a própria reversão de sua condenação é o reconhecimento de que o júri foi manipulado e recebeu instruções erradas, em 1982. O processo continua sendo reexaminado.

Mumia era e ainda é um dos principais líderes dos Panteras Negras.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes