UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 9 de dezembro de 2022

Um livro para ler de um fôlego

Fernando Morais

Os últimos soldados da Guerra Fria, o mais novo livro do escritor Fernando Morais, retrata a história de 14 agentes cubanos infiltrados em organizações de extrema direita no EUA, com o objetivo de interceptar ações terroristas contra Cuba. A operação, chamada pelos cubanos de  Rede Vespa, conseguiu evitar vários atentados contra a Ilha.

No livro, Fernando Morais revela com detalhes os métodos utilizados por esses cubanos para ingressarem nos EUA, como se infiltraram nas organizações de extrema direita e os métodos de segurança que usaram para proteger a existência da Rede Vespa.

A principal missão dos agentes cubanos era enviar informações sobre as organizações terroristas e de futuras ações que pretendiam realizar, para que o governo estivesse preparado para impedir atentados.  Ações das organizações terroristas contra Cuba, como Hermanos; Fundação Nacional Cubano-Americana (FNCA); Partido da União Nacional Democrática (Pund), entre outras, são apresentadas com inúmeros dados comprovando a existência de uma rede terrorista contra o governo cubano.  Em especial, o livro destaca a história de cinco  cubanos: Gerardo Hernández, Ramón Labañino, Fernando González, Antonio Guerrero (Tony) e René González, permitindo ao leitor conhecer a vida desses patriotas cubanos como se fosse um romance.

Livros, jornais, sites, revistas, depoimentos, filmes e documentários e tantos outros materiais são utilizados por Fernando Morais para escrever esse belíssimo livro em que narra tão bem a heroica história de vida e luta dos cinco heróis cubanos. Um livro para ler de um fôlego.

Anatália A. Silva, da coordenação do MLB

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes