UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

A morte de Hugo Chávez – Nota da CIPOML

Hugo Chávez - CIPOMLA Conferência Internacional de Partidos e Organizações Marxista-Leninistas (CIPOML) expressa seu pesar pelo falecimento do comandante Hugo Chávez Frias, presidente da República Bolivariana da Venezuela. Manifesta sua solidariedade com a classe operária e o povo, com o Governo da República Bolivariana, com os revolucionários e comunistas que combatem valorosamente pela liberação social e nacional na Venezuela.

O processo revolucionário que tem lugar na Venezuela, envolvendo milhões de seres humanos, os trabalhadores e a juventude, vem cumprindo a tarefa de democratizar a sociedade; de dar acesso aos setores empobrecidos dos direitos de saúde, educação e segurança social; enfrenta a oposição da reação e da oligarquia e pôs de pé as massas trabalhadoras e a juventude para defender esse processo.

O Governo da Venezuela, com Hugo Chávez à cabeça, desenvolveu uma importante política de integração na América Latina, incluindo os diversos países da Região e, de maneira particular, aqueles que integram a Alba. Este processo tenta um desenvolvimento independente e enfrenta a oposição aberta do imperialismo norte-americano, que se nega a perder seu domínio tradicional.

Por estas razões, o comandante Chávez ganhou um posto entre os lutadores sociais e revolucionários, entre os trabalhadores e povos da América Latina e de outros continentes; destaca-se como um lutador, um patriota decidido, um anti-imperialista consequente. Sua morte cria uma grande perda para a luta contra a tirania e o inevitável, mas duro e difícil, processo de libertação dos povos. Mas esse doloroso golpe não freará a luta; pelo contrário, estamos convencidos de que a classe operária, o povo e a juventude venezuelanos continuarão os combates, saberão distinguir seus amigos verdadeiros dos inimigos abertos e encobertos, e avançarão na luta de libertação, resolutamente, pelo caminho da revolução e para o socialismo. Com os revolucionários proletários à frente, enterrarão o capitalismo e o imperialismo, tal como o farão outros povos da América Latina e do mundo.

Os Partidos e Organizações Marxista-Leninistas integrantes da CIPOML renovam seu compromisso com a revolução internacional do proletariado, com o internacionalismo proletário; reafirmam sua convicção de que os integrantes do Partido Comunista Marxista-Leninista da Venezuela (PCMLV) e as verdadeiras forças revolucionárias do país, continuarão a luta para conduzi-la pela revolução e pelo socialismo até a vitória.

7 de Março de 2013
COMITÊ COORDENADOR DA CIPOML

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes