UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Homenagem aos heróis do PCR no Rio Grande do Norte

RN realiza homenagem aos heróis do PCRNo dia 26 de setembro realizou-se no auditório SINTE/RN, Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte, ato em homenagem aos companheiros Manoel Lisboa, Emmanuel Bezerra, Manoel Aleixo, Amaro Luis de Carvalho e Amaro Félix, militantes do Partido Comunista Revolucionário, assassinados pela ditadura militar fascista.

Para dar início ao ato foi entoada a Internacional, hino dos trabalhadores do mundo inteiro. A mesa contou com representantes do MLB, Movimento de Mulheres Olga Benário, CMP, UESP/RN, UJR e PCR. Todos os companheiros e companheiras falaram da importância do exemplo destes companheiros que lutaram e deram suas vidas pela liberdade e pelo fim da exploração capitalista no nosso país. Também foi ressaltada a necessidade de fortalecermos a luta pela punição de todos os torturadores e assassinos da ditadura militar e que para isso é importante a participação nos Comitês Estaduais pela Memória, Verdade e Justiça.

Outro destaque foi a participação da UJR que entre um discurso e outro agitou o plenário com palavras de ordem como: “pela abertura, pela abertura dos arquivos da ditadura” e “grande revolucionário que nasceu em Alagoas, fundou nosso Partido, viva Manoel Lisboa!

Antes do encerramento foi declamada a poesia de Emmanuel Bezerra “As Gerações Futuras” escrita no período em que esteve preso na Base Naval do RN. Para encerrar o ato todos os presentes, portando bandeiras e faixas, seguiram até o cruzamento da Av. Rio Branco com a rua João Pessoa e realizaram uma brigada com o jornal A Verdade que trouxe em suas páginas também uma homenagem a memória dos heróis do PCR.

UESP/RN faz homenagem a Emmanuel Bezerra

RN realiza homenagem aos heróis do PCRNo dia 25 de setembro a União dos Estudantes Secundaristas Potiguares, UESP, em conjunto com o Grêmio Edson Luis do Instituto Pe. Miguelinho realizou um debate sobre Emmanuel Bezerra dos Santos para homenagea-lo. Às 10 horas da manhã estudantes e alguns professores do Instituto lotaram o auditório da escola para debater sobre a importância de sempre resgatarmos a História de pessoas como Emmanuel.

O debate foi aberto por Lucia Crisante, presidente da UESP/RN que convidou para mesa a professora de história Zilene Ferreira, a professora Jucyana Myrna representando a coordenação pedagógica, Alex Feitosa representando o CCEB (Centro Cultural Emmanuel Bezerra) e Inaê Lopes do Grêmio Edson Luis.

Os debatedores fizeram um relato histórico dos motivos do golpe militar de 1964 revelando os objetivos e seus verdadeiros autores. Expos a resistência heroica dos trabalhadores e da juventude e ressaltou o exemplo de Emmanuel Bezerra que deu sua vida pela liberdade no Brasil. Durante seu discurso a presidente da UESP se emocionou ao falar do orgulho que sentia em fazer aquela homenagem a uma pessoa como Emmanuel Bezerra e chamou a todos os estudantes a seguirem seu exemplo de luta e de coragem.

O debate encerrou com os estudantes gritando a palavra de ordem: Emmanuel Bezerra tu tem que respeitar! Aqui está presente a juventude potiguar!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes