UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 4 de julho de 2022

Estudantes ocupam reitoria da UECE

Cansados de esperar por promessas da reitoria e do Governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), cerca de 250 estudantes ocuparam o prédio da reitoria da Universidade Estadual do Ceará (Uece), no Campus do Itaperi, em Fortaleza, no último dia 10 de outubro.

Dentre as pautas de reivindicações estão a entrega imediata do Complexo Esportivo, do Hospital Veterinário, reinstalação de bebedouros e a contratação de professores efetivos. De acordo com o Sinduece (Sindicato dos Docentes da Uece), o déficit de professores efetivos chega a 354.

A Uece sofre com um constante processo de precarização gerado por sucessivos governos. Enquanto a atual gestão estadual gastou mais de 500 milhões de reais com a reforma do Estádio Castelão para a Copa de 2014, e cerca de R$ 300 mi serão utilizados para a construção de um aquário na orla de Fortaleza, a carência estrutural da universidade é alarmante. “Falta até papel higiênico nos banheiros”, denuncia a estudante de História, Tamirez Lima.

Após a primeira reunião com o reitor em exercício, Hildebrando Soares, e manifestantes para discutir as pautas apresentadas, a reitoria afirmou que medidas serão tomadas a curto e longo prazo para solucionar os problemas apresentados. Sobre a falta de professores, Hildebrando diz ser um problema que depende do governo do Estado e reconhece a carência. “É uma necessidade da instituição”, afirmou.

A ocupação segue por tempo indeterminado.

Redação Ceará

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes