UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 2 de julho de 2022

Mulher, teu nome é Luta! O 8 de março em Caruaru, Pernambuco

O dia 8 de março é comemorado pelas mulheres de todo o mundo não apenas como um dia de festa, mas também de muita luta. Assim foi em Caruaru, capital do Agreste pernambucano. Aqui, as mulheres saíram as ruas contra a opressão, a violência sexual, a falta de políticas públicas e a precarização do trabalho. Um grande ato conjunto foi realizado com a participação a Secretaria de Mulheres do munícipio, ,do Movimento de Mulheres Olga Benário, o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) e a União dos Estudantes Secundaristas de Caruaru (Uesc) e a Associação dos Trabalhadores em Educação de Caruaru (ATEC), que defenderam melhores condições de trabalho para as mulheres trabalhadoras e a igualdade de direitos.

Caruaru

O grande momento do ato foi quando várias mulheres denunciaram a opressão que sofrem cotidianamente e ressaltaram o papel da mulher na sociedade atual e a luta por direitos como trabalho igual salário igual, por mais creches e exigiram o fim da covarde violência contra à mulher.

Falando no ato, a secretária Elba Ravane, destacou: “Hoje é um dia de luta. É um espaço para mobilizar a sociedade para a superação do machismo por um mundo de igualdade”.

Durante todo o dia, a Secretaria da Mulher de Caruaru garantiu a prestação de serviços como aferição de pressão, exame de glicose, distribuição de preservativos e kits sobre a prevenção da saúde sexual feminina. A companheira Taylinne Silva, diretora de mulheres da Uesc, alertou sobre o grande número de adolescentes grávidas não apenas no município mas a nível nacional e a necessidade de se fazer algo, divulgando a campanha de conscientização da entidade secundarista de Não a Gravidez na Adolescência. Hoje, segundo o IBGE, mais da metade das meninas grávidas abandonam a sala de aula.

No final do ato, o Movimento de Mulheres Olga Benário lembrou que a luta da mulher é também contra todos os tipos de violência que a mulher sofre, por isso devemos nos unir não apenas contra o machismo, mas também na luta do dia a dia por uma sociedade mais justa,onde todos e todas possam viver com dignidade. Por fim, foram distribuídos imãs para as mulheres presentes com a imagem da grande revolucionária e comunista Olga Benário, heroína da luta das mulheres e acima de tudo da luta por uma sociedade nova, uma sociedade socialista

Lene Correia,Caruaru, Movimento de Mulheres Olga Benário

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes