UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 25 de setembro de 2022

Ferroviários de São Paulo podem entrar em greve dia 15

Ferroviários de São Paulo deliberaram pelo início da greve em todas as linhas de trem do estado a partir da zero hora do dia 15.

Novas assembleias estão convocadas para hoje com o objetivo de referendar a decisão de paralisação.

Reproduzimos abaixo a nota dos sindicatos dos trabalhadores da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos:

Nós, dos Sindicatos dos Trabalhadores em Empresas ferroviárias de São Paulo, da Sorocabana, da Central do Brasil e dos Engenheiros de São Paulo representamos os empregados da CPTM. Estamos há mais de dois meses em negociação com a CPTM, uma empresa de economia mista, ligada à Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos.

Sempre defendemos a negociação como forma de melhorar as condições de trabalho e a qualidade dos serviços prestados à população. Iniciamos as negociações com a CPTM em fevereiro/2014.

Durante esse período, esbarramos na intransigência da direção da CPTM e do Governo do Estado de São Paulo, que não nos deixaram outra alternativa a não ser a greve. Essa é a nossa última forma de mostrar o quanto essa categoria vem sendo negligenciada e desvalorizada.

Enfrentamos na CPTM muitos problemas, apesar dos investimentos do Governo, pois ainda estão aquém das necessidades para que o serviço prestado justifique a tarifa cobrada; sofremos com a crescente e nociva terceirização de quase todo o sistema, o que gera falhas técnicas e o aumento da precariedade do serviço que chega ao usuário. Junte-se a isso a má qualidade das condições de trabalho e a negativa em aplicar aumento real de salários para repor as perdas sofridas pela inflação.

Nosso movimento busca corrigir essas deficiências que atingem tanto o trabalhador quanto os usuários. O bom funcionamento dos trens é cobrado do trabalhador que atende à população no dia a dia. Mas nós também vivemos o sufoco de, em alguns casos, não conseguirmos prestar um melhor serviço à população devido à deficiência do que está à nossa disposição para este fim.

Queremos sim, salários melhores, pois, ao longo desses anos, mesmo não tendo sido recompensados com a contraparte da companhia e apesar do tratamento diferenciado em relação às empresas da mesma Secretaria de Estado, jamais nos desmotivamos; superamos os desafios e atingimos as metas estabelecidas.

A quantidade de passageiros transportados pela CPTM vem crescendo a cada ano, o que representa aumento de receita.

O resultado operacional bruto do exercício de 2013 apresentou um crescimento de 73% em relação ao exercício anterior.

Entre as empresas de transporte sobre trilhos, foi a que mais cresceu. No primeiro trimestre de 2014, a CPTM registrou um aumento 6,2% em número de passageiros transportados, atingindo, aproximadamente 3 milhões/dia.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes