UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Com quase 70 escolas ocupadas, governo de São Paulo sente pressão do movimento em defesa da educação

ESCOLA OCUPADAEm uma reunião de conciliação que ocorreu hoje entre o governo do Estado de São Paulo e representantes do movimento de escolas ocupadas, o secretário de educação Herman Voorwald deu demonstrações de que o governo tem sentido a pressão da força do movimento. Tentando desmobilizar as ocupações, Herman afirmou que algumas escolas poderiam ter seu fechamento rediscutido caso a comunidade desocupe o prédio.

Em uma manobra combinada com a Folha de São Paulo, chegou a ser divulgado durante a tarde que o governo recuaria no plano de fechar as escolas. Mas a própria imprensa foi obrigada a desmentir a notícia no fim do dia.

A verdade é que o movimento de ocupações de escolas ganha a cada dia mais força e apoio na sociedade. Diante da atitude ditatorial do governo Alckmin de fechar equipamentos públicos sem consulta à comunidade, a ocupação dos prédios é uma atitude justa e democrática.

No momento em que o todo poderoso governador do estado já começa a sentir a força dos estudantes, professores, mães e pais organizados é necessário aumentar ainda mais a determinação de ocupar e resistir, aumentando a solidariedade e a divulgação do movimento de ocupações de escolas.

Redação, São Paulo

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes