UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

MLC participa do Congresso do Sintufrj

SINTUFRJ_01 - Foto Renan Silva

Entre os dias 9 e 11 de junho, ocorreu o XI Congresso do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Sintufrj), na cidade de Miguel Pereira (RJ). O congresso ocorreu em um momento onde o governo golpista prepara uma série de ataques ao funcionalismo público, como congelamento de salários, aumento do fator previdenciário e a não realização de novos concursos. Todas essas medidas estão presentes no PLP 257, que visa cortar gastos do governo aumentando a exploração em cima dos servidores. Além disso, está também na pauta do governo Temer uma nova reforma da previdência, aumento da terceirização e privatização da educação através das OS e da EBSERH. 

Entre os participantes da principal mesa de debate do congresso, a de conjuntura, esteve o companheiro Leonardo Péricles, presidente nacional da UP, que denunciou os gastos do governo com a dívida pública e defendeu que sua auditoria, argumentando que com isso economizaríamos o suficiente para evitar o déficit nas contas públicas.

Este foi o primeiro congresso em que o Movimento Luta de Classes (MLC) participou através da tese “Unidade na Luta”, em conjunto com os coletivos Tribo e CTB, que foi vitoriosa em todas as suas proposições ao congresso. Entre as principais propostas que apresentamos aos delegados destacam-se a luta contra o golpe e pelo “Fora Temer!”, propostas sobre nossa carreira, contra o assédio moral, manutenção do sindicato filiado à CUT e a luta contra o machismo, racismo e homofobia.

Resultado da seriedade e combatividade do trabalho que o MLC vem desenvolvendo na categoria, atualmente já temos organizada mais de uma dezena de companheiros e companheiros no movimento na UFRJ, que atuam no sentido de fortalecer o sindicato e a unidade dos trabalhadores.

O XI Congresso do Sintufrj foi, sem dúvida, um momento muito importante para os trabalhadores técnico-administrativos e para o MLC. Agora, vamos à luta enfrentar os ataques do governo golpista e trabalhar pesado para consolidar o movimento como uma alternativa para um movimento sindical classista e de luta.

Rafael Colleto, diretor do Sintufrj e militante do MLC

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes