UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Estudantes ocupam as Conferências de Educação e Transporte Público em Pernambuco

No mês de abril, estudantes organizados pela União da Juventude Rebelião (UJR) em diversas cidades de Pernambuco ocuparam as conferências de educação municipais e estaduais. Em Recife, Carpina, Caruaru e Petrolina, o espírito de combatividade e denúncias encheu os plenários.

Junto com a União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (Uespe), União dos Estudantes de Pernambuco Cândido Pinto (UEP) e as entidades municipais, os estudantes puderam tecer propostas para mudança do Plano Nacional de Educação e Sistema Nacional de Educação, eleger delegados para a Conferência Nacional e mostrar que só a luta alinhada a uma profunda transformação social pode mudar os rumos da nossa educação e transformá-la em verdadeiramente emancipadora.

Juventude na luta pelo transporte público

No dia 11 de maio, em Recife e Região Metropolitana, o metrô passou por um aumento de tarifa, passando de R$ 1,60 para R$ 3,00 – um aumento de 89% – aumento este que não corresponde à qualidade oferecida e nem ao que a população pode pagar.

Diante disso, nós da UJR, além de manter a tradição histórica de compor os atos contra os aumentos das passagens e pela abertura da CPI do transporte, decidimos também disputar um outro importante espaço: a Conferência Metropolitana de Transporte (que elege o Conselho Metropolitano de Transporte) enquanto delegados.

Além desse abusivo aumento, as tarifas nos ônibus também beiram o absurdo (R$3,20 e R$ 4,40) e a precarização do transporte já chegou a culminar num fato trágico: a morte dois estudantes (Harlynton Lima dos Santos, 20, e Camila Mirele Pires da Silva, 18).

A importância de ocupar os espaços de poder

Assim como o parlamento deve ser ocupado pela Unidade Popular pelo Socialismo (UP), os Conselhos e Conferências devem ser ocupados pelas entidades estudantis, sindicatos e demais associações. Deixar de ocupar estes espaços é entregá-los para os capachos do governo e da burguesia.

Por isso convocamos todas as companheiras e companheiros da UJR para não só disputar as entidades nacionais estudantis, mas também para ocupar todos os espaços políticos que existem em suas cidades e estados e usá-los para aprofundar a politização dos estudantes e jovens que estão lado a lado com a nossa luta. Não deixar vacância para oportunistas de direita e de esquerda é uma obrigação de todos os jovens rebeldes e conscientes.

Também é nossa obrigação mostrar para a juventude que nossa luta não deve se limitar por ai, que estes espaços burocráticos não serão a solução para as mazelas que vivemos e usar disso para reavivar a chama da revolução nos corações de nossos camaradas.

Por uma educação transformadora!

Pelo transporte público nas mãos do povo!

Luiza Rodrigues, UJR PE

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes