UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Antônio Altenir é pré-candidato a vereador de Goiânia pela UP

Foto: Jornal A VERDADE
Antônio dirigente estadual da Unidade Popular Pelo Socialismo – UP, membro da coordenação estadual do Movimento Luta de Classes – MLC e do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas – MLB se propõe a dar voz ao povo pobre, trabalhador e sem-teto de Goiânia na Câmara de Vereadores.
Natural de Fortaleza, Altenir tem 57 anos e atua nos movimentos sociais e populares há quase 4 décadas. Desde de jovem se rebelou contra as desigualdades e injustiças sociais, iniciando a sua militância, ainda nos últimos anos da ditadura militar, no movimento estudantil secundarista, onde teve oportunidade de participar, como delegado, do histórico Congresso de Reconstrução da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – UBES, realizado em Curitiba-PR no ano de 1981, e ao retornar do Congresso decidiu, junto com outros militantes criar a União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas – UMES/Fortaleza, da qual foi diretor nas primeiras gestões. Participou de diversas lutas políticas em defesa da democracia, da soberania nacional e de uma sociedade mais justa humana, a exemplo das Diretas Já, em defesa da Constituinte, do Fora Color e contra a entrega da base de Alcantara aos EUA, etc. Militou no movimento estudantil universitário sendo eleito presidente do Centro Acadêmico de Ciências Contábeis e Secretário Geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE-UFC) durante três gestões. A luta em defesa da universidade pública, por mais assistência estudantil, por eleições paritárias, em defesa da meia estudantil, contra os aumentos de passagens, por mais verbas, por mais residências universitárias e por uma universidade popular, democrática e a serviço da sociedade foram as bandeiras que defendeu durante sua atuação no movimento estudantil.
Foto: Jornal A VERDADE
Compreendendo a necessidade e a importância da conscientização e da organização do povo pobre, Antônio Altenir trabalhando, no período de 2005 a 2015, como representante do Jornal A Verdade em Belém/Pa, além de apoiar as lutas estudantis, construiu, ao lado de demais camaradas, o Movimento Luta de Classes – MLC e o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas – MLB. Em 2010 fundou o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Limpeza Urbana no Estado do Pará – SINDLIMP.  Em maio de 2012 organizou, junto com a militância do MLB, a ocupação Sá Pereira em um prédio do INSS, no centro de Belém, com cerca de 100 famílias, incluindo idosos e crianças que lutavam pelo direito a uma moradia digna.
.
Com objetivo de implantar uma representação do Jornal A Verdade e das Edições Manoel Lisboa na região Centro-Oeste, Antonio Altenir foi, no segundo semestre de 2015, residir na cidade de Goiânia-Go. Fundada  em 24 de outubro de 1933, tem uma população: 1.516.113 (estimativa populacional 2019, IBGE) numa área de: 728.841 km²  a capital é considerada o município brasileiro com maior área verde por habitante e, ao mesmo tempo, segundo o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), Goiânia ocupa o topo do ranking das cidades mais desiguais da América Latina, ocupando o 1º lugar em desigualdade entre as cidades brasileiras. Compreendendo que só a luta muda a vida, diante de mais essa grande injustiça social, Antonio dedicou-se a apoiar e organizar, ao lado de jovens revolucionários, instrumentos de lutas políticas populares que fortaleçam e façam avançar o trabalho de conscientização e união do povo trabalhador de Goiânia.
Nesse sentido, além de organizarem o MLB e o MLC, somaram-se, em 2016 , ao grande projeto político nacional de construção do partido político Unidade Popular, que represent, verdadeiramente, os interesses do povo pobre. Fruto da luta e abnegação diária de todos e todas, no final de 2019, foi obtida mais essa grande vitória: o registro definitivo da Unidade Popular.
Foto: Jornal A VERDADE
Consciente de que a luta pela libertação da classe operária é internacional, em1997, Antônio Altenir compôs a delegação da União da Juventude Rebelião – UJR ao 14º Festival Mundial da Juventude, realizado em Havana-Cuba, que teve como tema “Pela solidariedade anti-imperialista, paz e fraternidade!”  e contou com mais de 12.000 participantes de 136 países.  Em 2007, representou o Centro Cultural Manoel Lisboa no XI Seminário Internacional Sobre os Problemas na América Latina, realizado em Quito-Equador. Em 2015, representando o MLC/Go, participou do 10º Encontro Latino-Americano e Caribenho de Sindicalistas (ELACS). realizado na cidade de Miguel Pereira – RJ, o qual reuniu delegações de sete países da América Latina e do Caribe que debateu os desafios da classe trabalhadores e a construção de uma unidade sindical classista e revolucionária em nosso continente.
.
O pré-candidato à vereador, Antonio Altenir, defende que é preciso pensar numa Goiânia para quem constrói Goiânia. “Uma cidade que inclua as pessoas pobres, trabalhadores/as, a população negra, as mulheres e a comunidade lgbtt. Uma cidade em que o povo pobre tenha voz e que não fique para atrás, sem ser ouvido.”
Antonio Altenir coloca seu nome na disputa do pleito com o propósito de apresentar um programa político que expressa todas as lutas sociais e populares em que esteve nesses 38 anos de militância social, onde sempre esteve ao lado dos interesses do povo, da classe trabalhadora, da juventude e das mulheres. O desejo de lutar por cidade mais democrática e humana para todos, principalmente em tempos de pandemia de covid-19, a defesa pela vida, em especial, do povo pobre é o que deva definir os rumos da nossa sociedade.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes