UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 9 de agosto de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

“Saúde tem Cura”, novo filme de Silvio Tendler, estreia dia 8 de junho

O filme, realizado em parceria com o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) e com apoio da Fio Cruz, será lançado no canal de Youtube da produtora cinematográfica Caliban e ficará disponível gratuitamente ao público.

A atividade física e a qualidade de vida da classe trabalhadora

Enquanto a parte rica da população mantém suas condições físicas em clubes a população pobre sofre com a falta de equipamentos públicos.

Zema quer entregar Hospital João Penido a OS investigada pela PF

Ato ocorrido no dia 22/01 mobilizou diversos movimentos sociais e trabalhadores em frente à Câmara Municipal de Juiz de Fora contra a entrega do...

UJR realiza plenária para debater o uso de drogas na juventude

Com base na matéria “Lutar para ser realmente livre”, do Jornal A Verdade, a União da Juventude Rebelião realizou uma plenária online de nome “Café com a Juventude” para discutir o uso de drogas na juventude. A plenária contou com a leitura da matéria e discussão, com a presença do autor, Queops Damasceno, que ajudou trazendo mais elementos sobre como as drogas afetam a juventude e servem para a manutenção do sistema capitalista.

O vírus, o lucro e a vida

O governo Bolsonaro tem o compromisso com uma agenda de desconstrução de direitos, obscurantista, negacionista, de destruição daquelas e daqueles que não estão alinhados às ideias e à sua maneira de proceder. Seu governo é mais do que a reunião de um amontoado de ignorantes, é um projeto deliberado de destruição

Hospital de campanha de Ribeirão Pires será fechado em meio à pandemia

Em meio ao pior cenário da pandemia da Covid-19 que estamos vivendo no país, com quase 2000 pessoas morrendo por dia e com a maior taxa de contágio, o hospital de campanha da cidade de Ribeirão Pires, no Grande ABC, está previsto para ser fechado no início de março por falta de recursos para mantê-lo. Com 35 pacientes internados, a estrutura tem 100% dos leitos ocupados de enfermaria e semi-intensivo.

As gestantes durante a pandemia

No dia 8 de agosto, o Brasil ultrapassou a marca de 100 mil mortes pelo novo coronavírus, dentre estas, mais de 200 gestantes e puérperas1. Um estudo feito por enfermeiras e obstetras (publicado pelo jornal científico International Journal of Gynecology & Obstetrics) a partir dos óbitos de 124 dessas mulheres, revela que pelo menos 22,6% não tiveram nem acesso a um leito de UTI. As mulheres gestantes, principalmente as mais pobres da nossa sociedade, sempre sofreram dificuldades para manter os cuidados pré-natais, que, segundo o Manual Técnico de Assistência Pré-natal fornecido pelo Ministério da Saúde, “[...] tem como objetivos principais assegurar uma evolução normal da gravidez; preparar a mãe para um parto, puerpério e lactação2 normais; identificar o mais rápido possível as situações de risco, para que seja possível prevenir as complicações mais frequentes da gravidez e do ciclo puerperal”.

Dr. Tiago Gurguel: “A omissão do Governo Federal e do Ministério da Saúde é criminosa”

Diante da segunda nova onda do novo coronavírus, o jornal A Verdade entrevistou novamente o médico patologista Tiago Magalhães Gurgel. Ele é chefe de equipe da Emergência no principal hospital privado de Fortaleza, Ceará. Tiago é diretor do Sindicato dos Médicos do Ceará e membro da Unidade Popular. Sete meses após nossa primeira conversa, ele fala sobre a triste realidade da Covid-19 no Brasil, denuncia a política criminosa do governo com a saúde do povo brasileiro e adverte que até que a vacinação gere imunização, a prevenção é a saída.

Lutar para ser realmente livre

“Contribuiremos enormemente para libertar milhões e milhões de homens e mulheres de seus vícios, se derrubarmos esse sistema injusto e desigual, que nos quer entorpecidos.”

Privatização do SUS é para beneficiar grupos privados de saúde

“Um governo que privatiza a saúde atende unicamente aos interesses dos planos de saúde privados em detrimento da saúde da maioria da população. Ou seja, busca através da morte do povo pobre o enriquecimento de uma minoria capitalista rica.”

Governo do ex-capitão joga no lixo milhões de testes de Covid

“Esse é o retrato de um governo que aumentou para 65 anos a idade para o trabalhador se aposentar, excluiu mais de 15 milhões do auxílio emergencial (e vai extinguir o programa no final de dezembro), quer privatizar o SUS, o Banco do Brasil, os Correios e a Eletrobras e, achando pouco todas essas desgraças, quer a volta da censura e da ditadura militar.”

Novidades