TwitterFacebookGoogle+

Unidade Popular: um 2017 de muitas lutas e vitórias!

Com seu apoio e participação já conquistamos mais de 100 mil assinaturas

O governo Temer, além de infestado de corruptos, continua adotando medidas econômicas para manter os privilégios da grande burguesia e retirar os poucos direitos dos trabalhadores do nosso país.

No lugar de suspender os escandalosos pagamentos de juros da dívida pública (mais de R$ 700 bilhões em 2016), congelou por 20 anos os investimentos em saúde e educação, na construção de moradias e, achando pouco, quer aumentar a idade para a aposentadoria e eliminar vários direitos trabalhistas. Diante desses retrocessos, resta ao povo pobre do nosso país, aos trabalhadores, desempregados, sem-teto, estudantes das escolas e universidades públicas, usuários do SUS e todos que sofrem os efeitos dessa crise se unirem para construir uma saída popular, verdadeiramente revolucionária para a profunda crise que já desempregou 12 milhões de pessoas.

As ocupações das escolas e universidades pela juventude combativa, as manifestações de ruas dos trabalhadores, as ocupações urbanas e rurais são importantes trincheiras para derrubar o governo Temer e construir o poder popular e o socialismo no Brasil. Mas não basta. Diante do fracasso e da traição de vários partidos da esquerda, necessitamos construir uma alternativa política, e essa é a tarefa que nos lançamos desde outubro de 2016 com grande êxito, graças à determinação, disciplina e vontade de vencer de centenas de militantes da causa da revolução. Essa alternativa é a Unidade Popular.

Em apenas três meses (outubro, novembro e dezembro), alcançamos 116.608 assinaturas, isto é, recebemos o apoio e a solidariedade de milhares de pessoas que assinaram o formulário que permite o registro da UP junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Até agora, foram coletadas 34.199 assinaturas em Pernambuco, 19.129 em Minas Gerais, 14.709 em São Paulo, 10.444 no Rio de Janeiro, 7.441 no Pará, 6.515 na Bahia, 5.451 no Rio Grande do Sul, 4.097 na Paraíba, 4.047 no Ceará, 4.418 no Rio Grande do Norte, 2.982 em Alagoas, 2.191 no Piauí, 385 em Goiás e 15 no Mato Grosso.

Agora, faltam 400 mil assinaturas para conquistarmos o registro da Unidade Popular e termos um partido que defenda a revolução e uma nova sociedade, uma sociedade socialista em nosso país e no mundo.

Um 2017 de grandes lutas e vitórias!

Fora Temer e os banqueiros!

Pelo Poder Popular e o socialismo!

Executiva Nacional da Unidade Popular (UP)

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
72

2 comments

  1. Aildo Soares de lima

    unidade popular sim ! Chega de sermos escravo de um sistema capitalista e burocrata q esse porcos burgueses implantam e praticam no proletariado. Vamos avançar nos debates , vamos colher um maior número de assinatura para o TSE registrar legalmente um partido q de fato conhece os anseios do trabalhador !!!

  2. Aildo Soares

    Quero fazer parte desta luta, acredito q com uma unidade popular, avansaremos rumo a uma nova história . E sei q so assim poderemos mudar aquilo q a direita durante muito tempo introduziu em Nossas gargantas e descia a guela a baixo .. Uma nova política sim !! Só conseguiremos mudar isto se formos bravos e pecistente, unidade popular agora !!! Poderemos e deveremos mudar este país , tira este país das mão destes banqueiros e burgueses q sempre irão olhar primeiro as suas barrigas ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações