TwitterFacebookGoogle+

Assentamento Mandacaru: 20 anos de muita luta e história

O Assentamento Mandacaru nasceu dia 06 de abril de 1999 com a ocupação da fazenda e a posse foi regularizada junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) no ano de 2001. Localizado no município de Petrolina (PE), às margens da BR 407 e a 18Km da sede, a comunidade é formada por cerca de 70 famílias e são vinculados à Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (FETAPE). 

Neste último dia 06 de abril de 2019 com uma festa que durou do nascer do Sol ao anoitecer comemoraram seus 20 anos. A comunidade estava toda enfeitada e acordou cedo, para a alvorada que foi seguida pela celebração de uma missa em ação de graças. Após a missa, houve o café da manhã coletivo oferecido pela comunidade. Houve, ainda pela manhã, homenagens e agradecimentos. Alguns professores da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) estavam presentes tanto para prestigiarem a festa quanto para serem homenageados pela contribuição importante nos últimos anos através de projetos de extensão, capacitações, entre outras atividades realizadas junto à comunidade.

            O dia seguiu cheio de atividades. Almoço coletivo, também oferecido pela comunidade, a Gincana Cultural com provas que levavam todos à reflexão da história do lugar. Todo o tempo era enfatizada a necessidade de repassar a história de luta e da criação do assentamento para os jovens e crianças, para que não se percam ao longo do tempo. Foram cantadas paródias contando lutas e vitórias, foram realizadas encenações do tempo de acampamento sendo dois momentos realmente emocionantes para todos. Era visível a alegria pelas conquistas e a emoção nos olhos daqueles que se recordam de cada etapa vivenciada.

            Uma das convidadas, a professora da UNIVASF e cientista social Ebbe Lima, afirmou que o evento é um marco importante para fortalecer a história do assentamento, bem como, servir de exemplo para outros militantes que buscam suas conquistas. Ela ainda disse que “É fundamental comemorar essas conquistas diante de um contexto político tão opressor quando o assunto é a luta pela terra”.

            A festa ainda teve desfile cívico, muitos discursos de incentivo à luta, mas também, muita dança. A comunidade estava envolvida em todo o tempo e muito orgulhosa do seu trabalho. É notável o quanto já foi conquistado ao longo desses 20 anos. A Associação dos Agricultores Familiares do Assentamento Mandacaru já teve 7 presidentes nesse período, atualmente é uma mulher à frente desse setor, a Sra. Ozaneide Gomes dos Santos, e a partir dessa instituição, muitas batalhas foram vencidas. Conseguiram água encanada vinda do canal, porém sem tratamento. Conseguiram eletricidade, a sala de inclusão digital, mas não há saneamento. Há trabalhos diversos na área de agricultura, na horta comunitária, produção de doces, incluindo o doce de xique-xique, bem como, de artesanatos.

            Porém, ainda há muito pelo que lutar. Existe uma longa luta pelo abastecimento de água para a irrigação perdurando por anos com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF) que não permite a liberação alegando problemas na terra. Contudo, a comunidade vem provando o quanto consegue fazer, o quanto vem se fortalecendo e o quanto está disposta a continuar lutando.

Erika Lima

Doutoranda em Enfermagem pela Universidade de São Paulo

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
34

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações