TwitterFacebookGoogle+

Militantes da Unidade Popular vão à porta da Semasa denunciar privatização

“A Unidade Popular em conjunto com o Jornal A Verdade vem construindo com sua militância ações de denúncia e aproximação com os trabalhadores da Semasa.”

Murilo Terciotte e Davi Procaci
Unidade Popular Pelo Socialismo


Foto: Jorge Ferreira/Jornal A Verdade



SANTO ANDRÉ – A Unidade Popular esteve em frente à Companhia de Águas e Esgotamento Sanitário de Santo André (SEMASA), na manhã desta quinta feira (08/08), para conversar com os trabalhadores sobre a concessão para exploração por quarenta anos à SABESP, com possibilidade de renovação contratual por mais quarenta anos, sob a tentativa de facilitar a privatização de tais meios. Foi realizada uma brigada do Jornal A Verdade, que tem como editorial desse mês “Privatizar Saneamento é o lucro acima da vida”.

Os trabalhadores estão com medo, muito tristes, indignados e se sentindo traídos pelo poder público, foram alguns dos desabafos feito pelos trabalhadores que entravam para sua jornada de trabalho. Vale destacar que, para os concursados, só há duas alternativas, ou vão trabalhar na prefeitura sem saber exatamente onde serão alocados ou aceitam o programa PDV (Programa de Demissão Voluntária) recebendo 1,5 salários mínimos por ano trabalhado. Há muito medo entre os trabalhadores da SEMASA de não serem alocados ou serem prejudicados com os realocamentos, relatou outra funcionária da companhia.

Foto: Jorge Ferreira/Jornal A Verdade


Em seus últimos dias de mandato, o ex-Presidente Michel Temer aprovou a MP do saneamento, que obrigam os municípios a entregarem o serviço de saneamento e abastecimento de água à iniciativa privada, um meio para facilitar a exploração de capitalistas sobre um direito universal da população. Seguindo esta diretriz, o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), logo colocou em trâmite na câmara municipal a cessão da companhia responsável pelo saneamento básico municipal e também responsável da preservação e manutenção das áreas de preservação ambiental e de mananciais presentes no município, que hoje possui cerca de 36% da área remanescente da Mata Atlântica presente no ABC paulista, bioma este que cobria toda a região.

Fotos: Jorge Ferreira/Jornal A Verdade



Em resposta a tais ataques, a Unidade Popular em conjunto com o Jornal A Verdade vem construindo com sua militância ações de denúncia e aproximação com os trabalhadores da Semasa, no intuito de barrar as medidas.

Com a venda de 28 jornais, grande apoio dos trabalhadores e também a troca de contatos com os mesmos para futuras ações, a militância do partido mostra a indignação da população e a não aprovação da medida aprovada pela Câmara Municipal da cidade.

Fotos: Jorge Ferreira/Jornal A Verdade



Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações