UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 6 de outubro de 2022

Servidores do Pará declaram greve por tempo indeterminado exigindo reposição inflacionária

A categoria deliberou em assembleia a construção da greve por tempo indeterminado dado a não reposição inflacionária com os servidores.

Jaquelliny Lopes
Movimento Luta de Classes


Foto: Jornal A Verdade


PARÁ – O Sindju-PA (Sindicato dos Funcionários do Poder Judiciário do Pará) realizou hoje, a partir das 9h, Assembléia Geral na frente do Fórum Cível em Belém e deliberou greve por tempo indeterminado. Foram dezenas de servidores presente, de vários municípios do estado, na assembleia. A greve terá início na terça (20), com a paralisação de todos funcionários do poder judiciário do Estado, sendo que a paralisação incluirá os Fóruns Cível, Criminal, Juizados e Varas do Estado do Pará.

A greve foi a última tentativa para combater o arrocho salarial, depois de várias tentativas de diálogo com a administração do Tribunal. A principal pauta de reivindicação da categoria é a reposição inflacionária e respeito com a categoria. A greve será mantida até que as reivindicações sejam atendidas.


Foto: Jornal A Verdade


O Comando de Greve afirma que os motivos que levaram à Greve são, principalmente, a falta de respeito da administração com os servidores e a reposição inflacionária que não acontece nos últimos anos, um direito que é garantido por lei. Esse ano a inflação chegou a 4,94% e a contraproposta do Tribunal é de apenas 2%, sendo que a previsão orçamentária desse ano da administração foi de 4,2%, uma contradição total do tribunal.

O presidente do sindicato Thiago Lacerda afirmou que “foram inúmeras as tentativas de negociações, mas o Tribunal se mantém irredutível e vamos fazer a greve ate que o tribunal atenda as nossas demandas”.

O Movimento Luta de Classes está presente nas mobilizações e na construção da Greve junto com um Sindju-Pa para fortalecer a luta dos trabalhadores. A luta é válida e venceremos.


ASSISTA TAMBÉM

SERVIDORES EM GREVE!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes