TwitterFacebook

Jaguaré: iniciada a luta na Comunidade Engenheiro Billing contra o despejo às vésperas do natal

As famílias vivem há 26 anos no bairro e bem nas vésperas de natal a prefeitura, a serviço dos grandes ricos, decidiu condenar esses trabalhadores a viverem nas ruas.

Thales Caramante


SÃO PAULO – Famílias que vivem há 26 anos na comunidade Engenheiro Billings, bairro do Jaguaré, região oeste da capital, estão sob condição de serem despejadas de suas residências bem às vésperas do natal sob mando da prefeitura. Os trabalhadores, trabalhadoras, idosos e crianças têm até o dia 15 de janeiro para empacotarem todos os seus bens conquistados ao longo de anos para irem para lugar algum.

A prefeitura de Bruno Covas (PSDB) e do Secretário de Habitação de São Paulo, João Farias (PRB) está abertamente atuando sob a lógica e cinismo de que irá “botar tudo abaixo por bem ou por mal” através de vias policiais. As famílias, ao contrário, estão lutando para manter seu direito à moradia, escola para as crianças e direito ao trabalho.

“Imagine que você vive [há] 26 anos em um lugar, colocou todas as suas economias para construir um teto para seus filhos, e descobre que tem menos de um mês para largar casa, escola dos filhos e trabalho e ir para [lugar nenhum].” – declarou Lucas Nascimento do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas que está ao lado das famílias.

Como se ainda não fosse suficiente, a prefeitura ainda está tentando chantagear as famílias do bairro com uma troca: suas casas – que levaram anos e milhares de reais para serem construídas – por R$400,00.

“Bem na semana do Natal, uma mulher – ainda não identificada – que diz ser da prefeitura ‘presenteou’ a Comunidade Engenheiro Billings com essa notícia. [Ofereceu] R$400,00 como ‘ajuda’ pra quem for sair da sua casa […] e for pagar aluguel. […] Para quem não aceitar, prometeu uma reunião com o Secretário de Habitação com uma comissão da comunidade. – Continua Lucas.

Segundo a representante da prefeitura, é uma exigência do Programa Marginal Segura, por isso vai ter que tirar parte do bairro.

A comunidade Engenheiro Billings existe há 18 anos no Jaguaré em um terreno da antiga FEPASA (Ferrovia Paulista S/A).

O Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas esteve presente segunda-feira (23) com as famílias da região do Jaguaré e presenciou muitos depoimentos sobre a situação principalmente de moradoras, mulheres e mães que estão encabeçando essa resistência.

“O MLB se prontificou para começar a luta com as famílias contra esse despejo criminoso, que mostra o caráter do Governo Dória ao tratar a população de São Paulo como lixo. Assim como vimos na tragédia de Paraisópolis, [ainda há] muita falta de respeito [da prefeitura] com os bairros e comunidades pobres e de trabalhadores nas periferias de São Paulo. É preciso apoiar a [luta] contra o despejo, pois o sentimento de perder sua moradia e não ter para onde ir é algo que nenhuma família deveria mais passar atualmente. Mas quando interesses financeiros passam por cima de vidas de milhares de famílias percebemos quem se beneficia desse sistema.” – Finalizou Lucas ao A Verdade.

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
433

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações