UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Pobreza nos EUA atinge maior nível desde 1993

O número de pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza voltou a crescer pelo quarto ano consecutivo nos Estados Unidos, segundo revelou o relatório anual do escritório de estatísticas do governo americano.  Segundo o balanço, atualmente 15,1% dos americanos vivem na miséria, nível mais alto desde 1993. Ao todo são 46,2 milhões de pessoas nessa condição. Em relação a 2009, o número de pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza cresceu 14,3%.

O relatório revelou ainda que o número de pessoas sem cobertura médica alcançou 49,9 milhões em 2010 (16,3%), contra 49 milhões em 2009, e que a renda real média dos americanos caiu 6,4% em 2010.

Em Nova York, a cidade mais rica dos EUA e centro do capitalismo mundial, mais de 40 mil pessoas não possuem um lugar seguro para dormir. Mais de 130 mil, negros ou de origem latino-americana em sua maioria, enfrentam problemas de moradia na cidade, segundo dados oficiais.

Tudo isso acontece ao mesmo tempo em que os países imperialistas aumentam seus gastos para salvar grandes bancos e empresas da falência, e investem bilhões de dólares em guerras ao redor do mundo, revelando a natureza injusta e cruel de um sistema econômico moribundo e que enquanto não for derrubado só tem isso a oferecer à humanidade.

Da Redação

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes