UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 6 de julho de 2022

Morre idoso vítima de espancamento em Pinheirinho

O país inteiro ficou estarrecido com os atos de brutalidade praticados pela polícia de São Paulo na desocupação da comunidade do Pinheirinho, no dia 22 de janeiro passado, no município de São José dos Campos. As imagens e as inúmeras testemunhas dão conta de cenas de espancamento e tortura, num flagrante desrespeito aos direitos humanos em plena luz do dia.

Como resultado dessa barbárie, morreu, no dia 9 de abril, o trabalhador aposentado Ivo Teles dos Santos de 70 anos de idade, que ficou hospitalizado durante dois meses após ação da PMem Pinheirinho. Oaposentado ficou internado no hospital público do município até 22 de março, data em que sua filha, Ivanilda Jesus dos Santos, veio da Bahia para levá-lo, ao que tudo indica sob pressão de agentes políticos locais. Acontece que Ivo Teles não estava reabilitado e, segundo a filha, permaneceu em estado vegetativo até o falecimento.

A administração do hospital tenta dar outra versão para a morte, mas segundo o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), testemunhas afirmaram a conselheiros do órgão que o idoso foi agredido por policiais militares, com golpes de cassetete na cabeça. A mesma versão foi relatada em depoimentos à Polícia Civil.

 Entrevistado por uma repórter do jornal O Vale, de São José dos Campos, logo após sofrer as agressões, a vítima afirmou: “Eles vieram com muita violência para tirar a gente de casa. Eu reagi e eles partiram para cima. Caí no chão e os três policiais continuaram a bater com o casseteteem mim. Olha só como estou agora! Não consigo nem andar”.

A morte do sr. Ivo, dois meses depois das agressões sofridas, é mais um crime cometido pelo governo do PSDB e uma demonstração de que, para a rica burguesia e seus governos, a vida humana não tem nenhum valor.

Hoje, milhares de famílias despejadas do Pinheirinho sofrem sem ter uma moradia digna e são humilhadas e coagidas a abandonar a cidade. Aquelas que conseguiram receber aluguel social de R$ 500 não encontram um lugar digno, devido ao alto preço dos aluguéis na região onde um imóvel de dois cômodos é alugado por R$ 800.

Pinheirinho é só mais uma demonstração do que é capaz de fazer um governo de direita. Neste caso, o governo do PSDB e a justiça corrupta agiram com extrema velocidade para garantir a propriedade privada de uma gigantesca área ao megaespeculador Naji Nahas.

Mesmo, porém, com a brutal opressão do governo, novos pinheirinhos têm surgido a cada diaem São Pauloe noutras partes do Brasil e, mais cedo ou mais tarde, o povo ajustará contas com estes assassinos e construirá um mundo onde a terra não será mais propriedade de nenhum capitalista. Pois, como diz o poema, “os poderosos poderão matar uma, duas, três rosas, mas jamais poderão deter a primavera”.

Wanderson Pinheiro, São Paulo

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes