UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Dados do IBGE revelam queda do emprego industrial e nos ramos de produção

Dados do IBGE revelam queda do emprego industrial na maioria dos estados e ramos de produçãoO emprego industrial no Brasil tem tido consecutivas quedas no ultimo quadrimestre de 2012, impacto gerado pela crise mundial que derruba as exportações brasileiras para os países em crise. Dos 14 estados pesquisados 9 apresentaram redução nos postos de trabalho, no mês de abril a queda total foi de 1,4% em relação a abril de 2011.

Dentre os estados as principais perdas de empregos foram em São Paulo (-3,6%), Ceará (-3,6%), Bahia (3,7%) e Santa Catarina (-1,2%).
Também registraram maior desemprego 13, dos 18 ramos industriais pesquisados. Sendo as maiores perdas no setor de vestuário (-7,9%), produtos de metal (-5,6%), têxtil (-6,2%), calçados e couro (-5,3%), papel e gráfica (-3,9%), madeira (-8,6%) e borracha e plástico (-3,4%).

No índice acumulado nos quatro primeiros meses de 2012, o emprego industrial permaneceu em queda (-0,9%), com taxas negativas em oito dos 14 locais e em 11 dos 18 setores investigados.

Quando se leva em conta o número de horas pagas aos trabalhadores, a queda é ainda maior. Em comparação com abril de 2011, o números de horas de trabalho pagas em abril de 2012 caiu 2,1%. Registrando a oitava taxa negativa consecutiva nesse tipo de confronto e a mais intensa desde novembro de 2009 (-3,1%).

Fonte: IBGE

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes