UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 2 de outubro de 2022

Brasil é o país mais afetado pelo crack

Brasil é o país mais afetado pelo crackO Brasil é o segundo maior consumidor de cocaína do mundo, atrás apenas dos EUA. Pelo menos, 28 milhões de pessoas no Brasil usaram cocaína de forma inalada ou fumada (crack ou óxi) nos últimos 12 meses. Esses números transformam o Brasil no segundo principal mercado consumidor de cocaína do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, onde 4,1 milhões usaram a droga no último ano. Considerados só os que consumiam o crack, o total chega a 1 milhão de pessoas no País, o que torna o Brasil o principal mercado consumidor do planeta. Mas como nos demais países pesquisas não separam o consumo de cocaína inalada e fumada, é difícil apontar o tamanho do mercado consumidor de crack nas outras nações.

Os dados são do 2º levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), feito pelo Instituto Nacional de Ciências e Tecnologia para Políticas Públicas do Álcool e Drogas (Inpad). Foram ouvidas 4.607 pessoas com mais de 14 anos em 149 cidades.

Em relação ao mercado de cocaína, o Brasil fica à frente até mesmo, de continentes inteiros, como Ásia, onde 2,3 milhões de pessoas usaram a droga no período. No Reino Unido que ocupa a terceira posição, há 1,1 milhão de usuários.

Além de se destacar pelo tamanho da demanda, o Brasil possui uma oferta que torna o produto bastante acessível. Entre aqueles que consumiram cocaína, 78% acham fácil conseguir a mercadoria no país. No Sudeste concentram 1,4 milhão dos usuários e o Nordeste 800 mil, Norte 300 mil, Centro – Oeste 300 mil e Sul 200 mil.

Evandro José, PE

Outros Artigos

3 COMENTÁRIOS

  1. da onde 28milhões… ta errado. é 2,8 milhões. Se o Brasil é o segundo consumidor atras dos EUA com 4,1 milhões logo número de consumidores brasileiros deve ser inferior a 4,1 milhões ne…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes