UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 29 de junho de 2022

Movimento protesta contra violência às mulheres

No Brasil pesquisas mostram que a cada 2 minutos, 15 mulheres são agredidas fisicamente, mortas ou mutiladas. Isto significa que, pelo menos, 7,2 milhões de brasileiras com mais de 15 anos já sofreram algum tipo de violência, fazendo o país ocupar a sétima colocação em lista que contabiliza assassinato de mulheres em 84 países. No Estado de Pernambuco, segundo a Secretaria de Defesa Social, a cada dois dias, uma mulher é assassinada.

As importantes conquistas como a Lei Maria da Penha, as delegacias de mulheres, casas-abrigos e vários instrumentos de proteção são insuficientes para o número de agressões a que as mulheres são submetidas.

Como o Carnaval é um período onde o potencial de agressão às mulheres aumenta, pelo alto consumo de álcool e drogas e do turismo sexual.

O Movimento de Mulheres de Pernambuco organizou, às vésperas do Carnaval, uma panfletagem em uma das ruas mais movimentadas do Centro do Recife, com a palavra-de- ordem nacional do Movimento Olga Benario – Violência: não se cale, lute!; divulgando o seu número de contato, o da Delegacia de Mulheres da Capital e do disque denúncia.

As mulheres que passavam ouviam com atenção as denúncias e pegavam o panfleto. Vários contatos foram feitos na ocasião.

Guita Kozmhinsky, Recife

 

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes