UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 25 de setembro de 2022

Encontro debate importância de A Verdade

No dia 10 de março, o jornal A Verdade realizou um importante encontro em Natal-RN. Dele participaram companheiros militantes do PCR, MLB, MLC e UJR.

Durante o encontro, foi lido e debatido trechos do livro História do Partido Comunista (bolchevique) da URSS que relatam o papel da imprensa operária na vitoriosa Revolução Russa de 1917.

A imprensa revolucionária cumpriu um importante papel na Rússia ao combater aqueles que defendiam que a classe operária não deveria realizar lutas políticas, muito menos, construir o seu partido. Diziam que, aos operários só interessava a luta reivindicatória por melhores salários e que deviam deixar a luta política a cargo da burguesia liberal. Lênin, ao mesmo tempo em que desmascarava a traição desses oportunistas, apresentava a proposta da criação de um jornal político para toda Rússia. O objetivo era criar, em torno do jornal, uma organização revolucionária que a classe operária precisava para pôr fim ao czarismo. Um jornal que fosse além de um agitador e propagandista, um organizador coletivo.

Através dos jornais Iskra (Centelha) e do Pravda (Verdade), o Partido de Lênin se desenvolveu e cresceu. Nesses jornais se publicavam milhares de denúncias que os próprios operários mandavam para a redação. Publicavam-se ainda as notícias das inúmeras greves e lutas realizadas no período que serviam de exemplo para toda a Rússia. Além disso, o jornal orientava a luta revolucionária de massas, cumprindo o papel de vanguarda. Por meio de um trabalho persistente foi forjada toda uma geração de militantes, que puderam desempenhar um papel fundamental na luta da classe operária russa pela revolução.

Diante dessa discussão, chegou-se à conclusão que o papel do jornal A Verdade está sendo subestimado. É, portanto, um dever revolucionário de cada militante assumir com profundidade a tarefa de realizar um grande trabalho político com o jornal. Retomar as brigadas nas empresas, praças e bairros populares; realizar plenárias nas ocupações do MLB; debater nos coletivos sobre as cotas de cada companheiro; discutir a produção das matérias e acompanhar a prestação de contas das vendas; etc.

Questões importantes como estas devem ser tratadas com prioridade, sob pena de atrasarmos o crescimento da nossa luta, do Partido e da Revolução Socialista. É necessário, pois, a convicção de que estamos à altura de superar nossas dificuldades e, em pouco tempo, cada vez mais trabalhadores, jovens, homens e mulheres do povo terão como seu o jornal A Verdade.

Redação RN

 

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes