UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 4 de julho de 2022

Mulheres ocupam as ruas do Rio contra a violência

Diante dos alarmantes índices de violência e dos abusos sofridos constantemente, centenas de mulheres ocuparam as ruas do Centro do Rio de Janeiro, no último dia 25 de novembro, marcando o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher.

A manifestação foi marcada durante encontro do Fórum Estadual de Combate à Violência contra a Mulher (FEM), em agosto. O FEM organizou plenárias em Duque de Caxias, na  Zona Oeste e no Centro para preparar a ação do dia 25. Ao lado de outros movimentos e entidades, o Movimento de Mulheres Olga Benário participou ativamente da construção dessa importante atividade.

As mulheres marcharam da Candelária à Cinelândia, percurso histórico de manifestações políticas no Rio. Ao chegarem à Cinelândia, realizou-se um ato em que foram contadas histórias de violência contra mulheres, repetidas em voz alta pelas presentes. Ao final de cada história, todas gritavam: “Basta de violência contra as mulheres!”.

O dia 25 de novembro foi criado em homenagem às irmãs Mirabal, torturadas e assassinadas pela ditadura do general Trujillo, na República Dominicana, em 1960. As três lutavam pela liberdade e a democracia em seu país. Em 1981, durante o “1° Encontro Feminista Latino-americano e Caribenho” realizado em Bogotá, Colômbia, se declarou esta data como o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher. A data marca também o início da campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”.

Gabriela Gonçalves, Rio de Janeiro

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes