UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Governo do PSDB reforça a repressão e metroviários resistem

Sem títuloO governador Geraldo Alckmin (PSDB) iniciou uma verdadeira operação de guerra contra os metroviários em greve no Estado de São Paulo, provando que não tem intenção de resolver o problema do transporte na Região Metropolitana da Capital. O PSDB age dominado pelo ódio contra os trabalhadores, que denunciaram a corrupção no Metrô paulista, a qual afetou sensivelmente a vida da população.

Em uma manifestação realizada nesta terça-feira (09/06), às 7h, na estação do metrô Ana Rosa, o Governo enviou o Batalhão de Choque para lançar bombas de gás e bater com cassetetes em trabalhadores e na população que realizava um ato de apoio à greve. É uma atitude desesperada da parte do Governo, que não resolve em nada a situação que gerou a greve.

Ainda de manhã, o secretário de Transporte do Estado anunciou a demissão de 60 funcionários do Metrô por justa causa, o que é um claro descumprimento à lei de greve e à própria decisão do TRT, que considerou a greve abusiva, mas não ilegal.

A verdade é que São Paulo vive uma situação de extrema confrontação social às vésperas da Copa da Fifa, e a responsabilidade é do Governo, que só sabe responder com polícia e gás lacrimogênio a toda reivindicação social.

Redação São Paulo

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes