UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 7 de julho de 2022

Em congresso, MLB\MG reafirma luta pela reforma urbana e o socialismo

MLB-MG realiza seu 3º congresso e reafirma luta pela Reforma urbana e o Socialismo 04

No dia 27 de julho, mesmo com a intensa chuva que já castigava por três dias a cidade de Belo Horizonte, 300 delegados e delegadas participaram do 3º Congresso Estadual do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas – MLB – de Minas Gerais. A atividade faz parte da etapa preparatória ao 4º Congresso Nacional do movimento que acontecerá em São Bernardo do Campo, São Paulo, no final de Agosto.

A mesa de abertura teve a presença de Frei Gilvander (Comissão Pastoral da Terra – CPT), Isabella Gonçalves (Brigadas Populares), Gonzaguinha Almeida (Sindicato dos Eletricitários de MG – Sindieletro) e da AMES-BH (Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas). Também participaram da mesa Marc Brito (União da Juventude Rebelião – UJR), Glauberth Reis, Raphaella Mendes (Movimento de Mulheres Olga Benário e Partido Comunista Revolucionário – PCR) e Juliete Pantoja, do Rio de Janeiro (Coordenação Nacional do MLB).

O Congresso homenageou o morador da ocupação Eliana Silva Dinei Delfino, que durante uma manifestação das ocupações, foi agredido por um Policial Militar com um golpe de espada que o deixou desacordado e com um corte no rosto, para o qual foram necessários 16 pontos. A firmeza na luta de Dinei emocionou todos os presentes.

Após a abertura, foi feita divisão em grupos para que todos os presentes pudessem estudar a tese formulada pela Coordenação Nacional do movimento ao seu 4º Congresso. “Essa tese é uma síntese do acúmulo que o movimento vem tendo nos últimos 15 anos sobre a luta pela reforma Urbana e o Socialismo e o papel do movimento popular para sua realização”, afirmou Juliete Pantoja.

MLB-MG realiza seu 3º congresso e reafirma luta pela Reforma urbana e o Socialismo 02

Para Poliana Souza, os debates foram bastante produtivos. “O estudo nos grupos foi importante para que todos os militantes do movimento possam ter maior formação política para poder enfrentar todos os desafios que se coloquem ao movimento no dia a dia”, afirma.

Com o resultado das discussões nos grupos, as propostas foram lidas e aprovadas pelo conjunto dos delegados e delegadas. Logo após, foi organizada uma animada mesa da qual participaram representantes de diversas ocupações da região metropolitana e do interior do estado, para apresentar a situação de cada lugar e propostas para atuação prática. Foi aprovado também um plano de lutas do MLB para os próximos meses.

O congresso indicou os nomes dos delegados para o congresso nacional, aprovou a tese do movimento e, com a mesa formada pelos militantes do movimento que mais se destacaram nos últimos meses, foi eleita uma nova coordenação estadual do MLB com 33 membros.

Redação MG

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes