UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Violência contra mulheres na copa do Mundo FIFA

Fotografia na copaO número de estrangeiros em visita ao Brasil aumentou muito nos dois últimos meses devido à Copa do Mundo da FIFA. Segundo dados oficiais, a expectativa é de até 500 mil turistas a mais do que a média para essa época do ano. Infelizmente, parte da propaganda realizada pela mídia no estrangeiro reforça a ideia de que, além das qualidades culturais e naturais que nosso país oferece o que temos de melhor é a beleza da mulher brasileira. O reflexo disso são as denúncias de assédio sexual e moral. Prevendo o fato, algumas campanhas contra a violência e exploração sexual passaram a ser divulgadas nos canais de TV e redes sociais, mas não foi o bastante para barrar esse crime que vitima milhares de mulheres todos os dias e que em períodos como esse de megaeventos tende a crescer.

Desde a abertura da Copa do Mundo, cresce o número de denuncias contra estrangeiros que tentaram abusar de mulheres de diversas formas nos espaços de festa, como é o caso da FanFest, onde o clima é de descontração e festa, regado a bebidas alcoólicas. As denuncias se somam todos os dias, como o caso de mineiras que relatam que os “gringos” já chegam agarrando e forçando o beijo. Muitas vezes, não fica só no assédio, como no caso da brasileira de 22 anos que foi atacada por um chileno na primeira rodada dos jogos esportivos em Cuiabá. O mais espantoso é que o Chileno foi liberado pela polícia logo depois de prestar declarações na delegacia. Quando questionados quanto à forma com que tratam as mulheres brasileiras, os estrangeiros relatam que a mulher brasileira é “liberal e quente”.

Outro cartão vermelho vai pra mídia brasileira, nenhum dos casos de violência contra mulher foi notificado nos noticiários, que a exemplo da rede globo, dedica praticamente toda sua programação aos jogos e aos bastidores dos times e suas estrelas. Pior ainda é quando essas emissoras dedicam seus programas de “entretenimento” para exibir mulheres com corpos seminus alegando ser uma das maravilhas brasileira, foi o caso do quadro do Programa da Sabrina exibido pela Rede Record, onde a apresentadora Sabrina Sato e a funkeira Mulher Melancia foram à praia de Copacabana para encontrar os turistas estrangeiros. A apresentadora fez questão de deixar claro por várias vezes que “os gringos não vieram ao Brasil só para vê os jogos”, se referindo ao corpo da funkeira.

Essa forma de exibir a mulher brasileira é ainda muito presente e reflete que a sociedade em que vivemos é uma sociedade que tenta transformar tudo e todos em mercadorias. As mulheres pobres são as que mais sofrem no dia a dia as ações machistas e são essas mulheres que devem tomar para si a luta pela sua libertação. Por isso, só poderemos por fim a ações machistas como estas, com a transformação do modelo social e a libertação da mulher.

 

Camila Falcão, UJR – Recife, PE.

 

Fontes:

 

http://unisinos.br/blogs/ndh/2014/03/02/o-turismo-sexual-e-a-exploracao-de-mulheres-na-copa-do-mundo-de-2014/

http://www.brasilpost.com.br/2014/06/14/estupro-copa-do-mundo_n_5495672.html

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/06/26/interna_gerais,542695/mineiras-relatam-assedio-de-gringos-em-festas-da-copa.shtml

http://entretenimento.r7.com/programa-da-sabrina/videos/mulher-melancia-e-sabrina-vao-atras-dos-gringos-na-praia-de-copacabana-rj-23062014

http://negrobelchior.cartacapital.com.br/2014/06/25/luciano-huck-envolvido-em-polemica-de-turismo-sexual/

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes