UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 25 de setembro de 2022

4º Congresso Nacional do MLB debate os desafios da luta pela reforma urbana no Brasil

DSC_0247Num clima de alegria e combatividade, começou ontem (22/08) o 4º Congresso Nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), que reúne em São Bernardo do Campo (SP) cerca de 350 delegados vindos de onze estados do país.

A mesa de abertura contou com a presença de representantes da Central de Movimentos Populares (CMP), do Fórum Nacional de Reforma Urbana (FNRU), do MST, da Pastoral Operária de São Paulo, da Unidade Popular pelo Socialismo (UP), da Caixa Econômica Federal e da Prefeitura de São Bernardo, entre outros.

Em sua saudação, Marcelo Buzetto, do MST, lembrou a resistência do povo palestino e afirmou que “a união dos trabalhadores do campo e da cidade é muito importante. Quando o MST derruba uma cerca no campo é a mesma coisa de uma ocupação em um latifúndio urbano”.

Marcelo Edmundo, do FNRU, lembrou a luta das famílias do Isidoro e Wanderson Pinheiro, da UP, afirmou que “o MLB é o germe da construção do poder popular concretizado nas ocupações e na luta de cada dia”.

Já Eleonora Lisboa, da Caixa Econômica Federal, disse que “a Caixa acredita na luta por uma vida justa e sabe que para isso é preciso estar ao lado de quem luta”.

Marco Arroyo, da prefeitura de São Bernardo, que recebe o congresso, deu as boas-vindas aos presentes e relembrou a importância da cidade nas lutas do povo brasileiro.

No sábado (23/08), representantes do MLB, MTST, UP e FNRU debateram os desafios da luta pela reforma urbana e pelo direito humano de morar dignamente, sendo seguidos por diversos delegados presentes, que falaram de sua relação com o MLB e reafirmaram a luta e a unidade do povo pobre como caminho para se derrotar a especulação imobiliária e conquistar a cidade que queremos.

O 4º Congresso Nacional do MLB termina nesse domingo (24/08) com a aprovação de um plano de lutas para o movimento e a eleição da nova coordenação nacional.

Da Redação

 

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes